25 de fevereiro de 2014

Parabéns, Fábulas!

Graças ao meu amigo Flores, o aniversário cá do tasco foi lembrado!
Autora desnaturada, nem me lembrei que há 10 (!!!!) anos que ando por aqui.
Ultimamente quase ligado às máquinas, mas ainda respira.
Pode ser que um dia recupere a antiga pujança.
Até lá!

O bolo é para o Flores, mas podem levar uma fatia pequenininininha.

(imagem da internet)

24 de fevereiro de 2014

Rapidinha de segunda

Um bombeiro, depois de um dia exaustivo de trabalho, a apagar não sei quantos incêndios e a salvar pessoas, chegou a casa muito cansado e entrou rapidamente.
A mulher, que estava no quarto, gritou:
- Não, João Carlos, não acendas a luz que eu estou a morrer de dor de cabeça.
E antes que ele pudesse dar mais um passo, ela gritou ainda mais:
- Pelo amor de Deus, não acendas a luz, que tou com uma enxaqueca das grandes!

Ele tirou a roupa mesmo às escuras, enquanto a mulher gemia e gritava:
- Não acendas a luz, que me irrita os olhos e a dor de cabeça ainda piora!
E o pobre marido ficou com pena da mulher, tornou a vestir-se, no escuro, e correu para a farmácia da esquina, que estava de serviço.
O farmacêutico, que via o homem passando por ali, reconheceu-o e disse:
-Oiça, o senhor não é bombeiro?
-Sou...
-E o que é que está a fazer com essa farda de GNR?

17 de fevereiro de 2014

Rapidinha de segunda

A esposa acompanha o marido ao consultório médico.

Depois de os ter atendido, o médico chama a esposa reservadamente e diz:
- Seu marido está com stress profundo. A situação é muito delicada e se a senhora não seguir as instruções que vou lhe passar, seu marido certamente vai morrer.
São apenas 5 instruções que salvarão sua vida:

1) Todas as manhãs, prepare para ele um café reforçado; para o almoço, ofereça refeições nutritivas; para o jantar, prepare pratos especiais, tipo comida japonesa, italiana e francesa;

2) Mantenha em casa um bom stock de cerveja gelada;

3) Não o atrapalhe quando ele estiver a ver futebol;

4) Deixe-o chegar na hora que desejar e nunca questione onde estava;

5) Faça sexo com ele como e quando ele quiser.

 No caminho de casa, o marido pergunta:

- O que foi que o médico disse?
- Que vais morrer ...

16 de fevereiro de 2014

Uma fotografia por domingo (295)


Não sei onde é, nem sequer há quanto tempo tirei esta foto.
É uma varanda gira, e pronto!

10 de fevereiro de 2014

Rapidinha de segunda

Estavam a operar um paciente.
De repente, entra um médico no bloco operatório e grita:
- Parem tudo!!! Parem o transplante!!! Há uma rejeição!...
- Uma rejeição...? Do rim, doutor? - pergunta um dos médicos da equipa.

- NÃO!!! Do cheque !!!. O cheque não tem cobertura!...

6 de fevereiro de 2014

Toda a gente fala nos Miró

e eu também entro na conversa.

Há muita gente a vender os seus bens para subsistir mais uns tempos. Há os que vendem o ouro e há os que vendem outras coisas que fazem mais falta.
Resumindo: quando o dinheiro não chega, vendem-se os bens.
No caso dos quadros de Miró, pretendem vendê-los para ajudar a pagar uma dívida (as causas dessa dívida não são para aqui chamadas agora).

Eu acho muito bem: é preferível venderem os quadros do que tirarem ainda mais dinheiro aos que já tão pouco têm...

Já agora:
Não vejo esta indignação generalizada quando estamos a vender o país (EDP, ANA, Correios...) aos bocadinhos bocadões!