18 de janeiro de 2015

Uma fotografia por domingo (328)


Aquilino Ribeiro (que roubou de mim a Salta Pocinhas!), homenageado com esta escultura, na bonita cidade de Viseu.

15 de janeiro de 2015

Não moro em Lisboa,


nem lá perto e até tenho um carro "quase" novo, portanto a nova medida da Câmara de Lisboa não me afeta mesmo nada.
Apesar disso, acho um abuso e uma hipocrisia a proibição de os carros velhos não poderem circular em certas zonas da cidade.
Não acredito que alguém tenha um carro velho voluntariamente. Se têm um carro velho é porque não há dinheiro para um novo, ficando essas pessoas duplamente injustiçadas.

É também uma hipocrisia, porque os problemas de poluição não se resolvem assim, resolvem-se com transportes públicos em condições.
Mas para isso era preciso governar a sério e isso dá muito mais trabalho, ...

11 de janeiro de 2015

Uma fotografia por domingo (327)


É um pássaro?
 Não...
É um avião?
Não...
É o Super-Homem?
Não...

São cavacas voadoras!


8 de janeiro de 2015

Eu sei

que não podemos meter os muçulmanos "todos no mesmo saco" até porque aquele senhor português muçulmano é bem simpático e querido.
Mas, o que é facto, é que não vemos países muçulmanos a reagirem veementemente contra atentados terroristas.

Eu sei que temos de respeitar todas as religiões e blá-blá-blá, mas custa-me imenso respeitar gente que não respeita ninguém.

Eu lembro-me que o último presidente francês foi muito criticado quando proibiu as muçulmanas francesas de usarem a cara tapada, nomeadamente nas escolas. E criticado pelos franceses não muçulmanos! E lembro-me de ter havido manifestações de muçulmanas contra estas medidas...
Já agora, alguém se lembra de alguma vez ter visto uma manifestação de mulheres muçulmanas num país muçulmano?
Mesmo num país daqueles "bonzinho-amigo-dos-americanos" como a Arábia, ou o Dubai, ou o Kuwait?

E também me lembro de, na mesma França, terem tirado os crucifixos das escolas não pelo motivo correto (porque é uma escola, não é uma igreja), mas porque "feria a sensibilidade" dos muçulmanos?

Para a maioria das pessoas, muçulmano é sinónimo de terrorista e os muçulmanos não terroristas não fazem nada para desfazer essa ideia.
Porque será?

15 de dezembro de 2014

Rapidinha de segunda

Um sujeito foi ao médico de família, com o testículo esquerdo inchado e dormente.
O médico disse que era uma inflamação testicular, que não era nada grave etc., mas que procurasse um especialista.
E deu-lhe o telefone de um colega UROLOGISTA, mas, na hora, enganou-se no número e deu o do seu ADVOGADO.

O tipo marcou uma consulta, e à hora marcada lá estava ele diante do advogado, mas achando que era o médico:
- Em que posso ajudar?
O nosso amigo baixou as calças e mostrou:
- Como o senhor está a ver, doutor, estou com uma inflamação no testículo esquerdo.

O advogado ficou a olhar para a cena sem entender absolutamente nada e disse:
- Meu amigo, a minha especialidade é o Direito!...
Diz o sujeito:
- Porra.. !!! Agora cada tomate tem o seu especialista ???

14 de dezembro de 2014

Uma fotografia por domingo (324)


Mais uns dias e terei cá em casa o milagre das rosas.
Por enquanto o rei só poderá responder:
"Rosas em dezembro?"

8 de dezembro de 2014

Rapidinha de segunda

Um homem depois de ter apanhado uma grande bebedeira vai roubar galinhas.

No dia seguinte sente-se muito arrependido e vai ao confessionário e diz:
- Sabe senhor padre eu ontem não estava bem e fui roubar galinhas, o que é que eu hei-de fazer para remediar isto?
E o padre responde que ele deve dar 10 euros à primeira mulher que vir.

Ele sai da igreja (a igreja até ficava numa esquina), encontra uma mulher e diz:
- Queres10 euros?
E a mulher responde:
- 25!!
E ele diz:
- Mas o senhor padre diz que são 10!!
- É que o senhor padre já é cliente antigo!!

7 de dezembro de 2014

Uma fotografia por domingo (323)

O meu gatinho-ex-fera.
Alguém tem um gatinho assim, exatamente da cor do outono?

23 de novembro de 2014

Uma fotografia por domingo (322)

De fera...


... a isto!

Completamente domesticado e transformado numa melga que não nos deixa em paz, eis o (a?) Talisca!

27 de outubro de 2014

Rapidinha de segunda

Um lobo matou uma ovelha e agora foi preso.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
Está na cadeia alimentar.

23 de outubro de 2014

A fera

No sábado, ao chegar a casa tinha um gatinho bebé no meu pátio.
Mal viu gente fugiu a sete pés patas para o quintal.

Fui logo tratar de providenciar água, leite e comida para a bicheza.
E os dias foram seguindo assim: não sai do quintal, mesmo estando a porta aberta, quando me vê foge e só vai comer quando eu venho embora de lá.
Ontem dei com ele empoleirado num ramo do diospireiro (a árvore preferida de todos os gatos que passaram cá por casa). Não me fugiu - deve ter pensado que estando fora do chão estaria a salvo) e eu aproveitei a oportunidade para lhe pôr a mão...

Bufou e esperneou e, quando tentei agarrá-lo com a outra mão, ele, zás! Ferrou-me os dentes num dedo com uma força tal que parecia impossível num bicho tão minúsculo!
Disse 3 ou 4 palavrões e fui a correr estancar o sangue e desinfetar com tudo o que tenho em casa.


Desde aí a nossa relação tem mantido as devidas distâncias: dou-lhe comida e venho embora.