3 de dezembro de 2008

E para finalizar o dia de greve...

...transcrevo para aqui um comentário.
A escola a que este comentário se refere é uma escola grande, com mais de 1000 alunos*, e, tanto quanto sei, onde não é costume haver este nível de adesão, nem nada que se pareça!

«Na minha escola a adesão foi de 99,5% de manhã e 100% de tarde...
Não consigo comprender como o sr. Valter Lemos diz que os objectivos da greve foram "não cumpridos, porque a maioria das escolas tem as portas abertas..."

Claro que as portas são abertas pelos funcionários, e assim se mantêm para que os alunos que forem à escola lá encontrem o acolhimnto de que sempre dispõem!!!
Não consigo compreender como um serviço que se diz MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO nega os mais elementares princípios necessários para que a educação tenha credibilidade, manipulando a opinião pública, os pais, os alunos e todo o país contra aqueles que lutam para defender verdadeiramente a escola pública, que deveria ser um direito basilar!!!
Mas a escola (com todo o leque de oportunidads, de formação, de apoio, de enriquecimento, de espaço de crescimento e de liberdade de pensamento) está a ser destruída por eles...
Enquanto os seus defensores são acusados... de corporativismo, de estarem centrados em interesses pessoais ou em lutas políticas!!! E nem sequer têm direito de antena para poderem explicar aquilo que, realmente, se passa! É inaceitável o que se passa neste país!
Quando as pessoas acordarem, será demasiado tarde...»


Graça

rectificação: são 2209 alunos!!

6 comentários:

maria moura disse...

Somos todos um pouco autistas mas a ministra e aquele outro cujo nome recuso-me a pronunciar são bem piores, tão piores que neste momento faltam-me palavras para os qualificar. Receio, muito receio que sinto, porque masoquista e inculto como é este povo, eles ficarão no poleiro e aí, deus meu, nem quero pensar.

Emiele disse...

É dos casos mais impressionantes de como um lobby pode funcionar. Porque são duas forças no mesmo sentido - a equipe ministerial de uma teimosia inconcebível, e um Primeiro Ministro que a apoia de um modo cego.

A burrice é que não saem nada bem na fotografia.

Emiele disse...

Só mais uma coisa.
Não sei se é um bog que costumes visitar portanto deixo aqui um link para Uma leitura diferente sobre a guerra professores / ministério
É interessante, não é?

Didas disse...

Não têm direito de antena?! Mas eu vejo aquele gajo com ar de azeiteiro dos antigos, todos os dias na televisão! Todos!
Mas numa coisa concordo contigo. Um dia, quando acordarmos, será demasiado tarde.

Graça disse...

Apenas clarifico um pormenor: os "mais de 1000 alunos" de que falas são, na realidade, muito mais do dobro de 1000 - ou seja, concretamente, 2208 alunos. Sinto-me na obrigação de rectificar, para dar uma ideia mais clara da dimensão da escola (temos mais de 1100 só no pré-escolar, 1º e 2º ciclos, e cerca de 1100 alunos no terceiro ciclo e secundário)!

Nelson A. Soares disse...

Sem dúvida, sem dúvida, Concordo plenamente. Se o ensino em Portugal era frágil, agora está na eminência de ruir por completo...



Stay Well