14 de fevereiro de 2012

Não sou a favor

da pena de morte (embora às vezes me apeteça), mas uma pessoa um monstro que mata friamente a mulher, a filha e a neta, merecia a pena máxima: 25 anos.

Mas 25 anos por cada uma...

6 comentários:

mlu disse...

Também sou contra a pena de morte, mas a favor, em muitos casos, de prisão perpétua ou o cúmulo jurídico que sugeres. 75 anos já não era mau, mas estão já a falar de inimputabilidade!

Um abraço

Angel disse...

As sílabas centrais da palavra 'inimputabilidade' pode remeter p outra coisa, q nem tem nada a ver c a palavra, ou terá? ;) Acho q a prisão perpétua deveria ser aplicada em Portugal! É uma anedota certas penas cá: se mata uma pessoa ou 10 em termos penais acaba por dar ao mesmo, e ñ deveria ser assim!

mfc disse...

Há ali sinais claros de demência...

Lalique disse...

ola
bom dia
from Turkey

http://lunatic.skynetblogs.be

Angel disse...

Mas olha, ao q td indica, parece q o 'monstro' se matou...

aflores disse...

Ele fez o favor...e ainda bem.

É menos um a "pastar" na penitenciária, ainda por cima à custa de todos nós.