20 de junho de 2012

Ma(n)donna

Ontem fiquei parva, quando ouvi na televisão as exigências que a senhora dona Ma(n)donna tinha para a sua atuação em Portugal...
Se fosse só exigir um espaço decente, mas não: ela vai acartar as suas mobílias, cama e colchão incluídos!
Será que pensa que nós ainda dormimos em esteiras ou colchões de palha?

E depois, a cereja no topo do bolo: as flores que exigiu para o seu camarim (rosas e não sei mais o quê) têm de ter o pé da medida exata que ela escolheu! Isto não é de doidos?

Se fossem todos como eu, ela ia cantar mas era para o duche e olha lá...

6 comentários:

mlu disse...

Estas criaturas não são normais! Ela iria cantar para o duche... mas o dela!
Há tempos, li que um desses cantores exigiu no seu camarim, numa noite de concerto, 200 toalhas turcas! Este mundo não anda nada bom do juízo!

Um abraço.

aflores disse...

No meu duche eu não me importo nada que ela cante, até me ofereço para... segurar no microfone enquanto espalha o gel de banho:)

Quanto ás rosas... mando a menina para os lados do Mercado do Bolhão que tem lá uma 'florista' que eu gostava imenso de o(a) ver a atender a "Diva", ai gostava gostava. :)))))))

Mas não te admires destas exigências... já temos 'estrelas' (?) portuguesas a fazer o mesmo.

Tudo de bom!

xunandinha disse...

Para mim nem no chuveiro,as pessoas é que são parvas em ceder a estes caprichos,ela nem canta nada de geito,beijinhos

Saltapocinhas disse...

ai ai flores, espero que a tua mulher não ande por aqui...
mas olha que aquilo é só osso e músculo, a rapariga é feia!

ó mlu claro que era para o duche dela, eu lá a queria no meu!
(ou então aceitava o convite do Flores, ihihih!)

Angel disse...

A mh opinião é suspeita, por isso, vou ficar caladinha :)

mfc disse...

Os artistas são assim... no mínimo esquisitos!