8 de julho de 2013

Coisa feia


invocar o nome de alguém em vão...
Pior ainda: dar o meu nome ao Paulo Portas!

Os meus advogados (adoro esta expressão, há pessoas que têm advogados - no plural - como quem tem médico de família!) já foram alertados, isto não vai ficar assim!

3 comentários:

aflores disse...

ahahahahahahahah! Lembrei-me logo de ti!

Mas deixa lá, com o sotaque dele, o mais provável é já ter dito várias vezes o nome do meu ;)

Tudo e bom!

cereja disse...

Mas ele hesitou... :)))
Realmente que raio de ofensa, minha amiga! Vade retro!

cereja disse...

Ainda cá volto pela questão do MEU advogado. Sempre achei engraçado. Mesmo as pessoas que já precisaram de um advogado, é uma coisa passageira, só uma empresa ou um tipo com muitos negócios tem um advogado contratado. Os comuns mortais, podem conhecer um advogado (ou até ter um na família) mas não é o meu advogado... Mas já ouvi dizer, em tom de ameaça, sim senhor. eheheheh!!!!