16 de setembro de 2014

Mar de papoilas


(fotografado na praia, com vista para o mar, como convém ao título)


Mar de papoilas
autor - Amitav Ghosh
editora - Editorial Presença

Um bom livro de um autor que desconhecia completamente.
A história desenrola-se em 1838, no norte da Índia.
A personagem principal é o Ibis.
E quem é Ibis?
O Ibis é... um barco. Era um barco usado para transporte de escravos, mas agora é usado para transportar ópio e coolies e é propriedade da Companhia das Índias Orientais.
Também há pessoas nesta história: as minhas preferidas são a Deeti, a Paullete e o Jodu.
E todos eles se tornam jaházbhai, a bordo do Íbis.

Aborrecidos com duas palavrinhas estranhas?
Pois preparem-se que este livro tem um glossário com, nada mais nada menos que 461 sinónimos (sim, contei-as) de palavras indianas. Este facto torna a leitura às vezes mais demorada, mas mesmo assim é um livro bom de se ler. E ficamos a saber que muitas (mesmo muitas, mas estas não contei) dessas palavras têm origem portuguesa!

Só não gostei do final: dá a impressão de que deu um shoke ao autor e de repente resolveu não escrever mais, deixando assim a viagem por terminar e um sabor a pouco.

coolies - emigrantes asiáticos (pouco diferentes dos escravos, tanto na forma que eram transportados e recrutados como nos trabalhos que iriam fetuar, muito longe do seu país natal)

jaházbhai - irmãos de navio

shoke - capricho

3 comentários:

Pedro Diniz disse...

Prometo que vou ler... ainda por cima já o tenho cá por casa.

aflores disse...

Não consigo ler na praia... aliás, não consigo estar quieto na praia.
Chego à praia, faço um passeio de 4 kms, dou um mergulho, 'despacho' uma bolinha :))) e venho-me embora.

À tarde, na varanda, pela fresquinha...aí sim, dá vontade de ler e muito.

(esse está na lista mas ainda não cheguei lá)

Tudo de bom.

Fragmentos Repartidos disse...

Estou neste momento a ler esse livro e apesar de ser por vezes aborrecido ter que ir consultar o glossário, estou a gostar. Pode demorar um pouco a entrar no ritmo desta leitura, mas estou a contar gostar bastante quando chegar ao final...a ver vamos.

Cmpts!