Linchamentos

Carlos Queirós anda a ser linchado.
Não lhe atiram pedras até à morte, mas atiram notícias nos jornais e comentários nas televisões até à perda da credibilidade...

Não sei o que se passou, nem me interesso sequer o suficiente por estas notícias, mas acho indecente o que andam a fazer ao homem.
Se ele teve alguma atitude reprovável, porque não foi denunciado logo na altura?
Demoraram quase 2 meses a perceber que ele insultou os médicos, ou lá o que foi?
Realmente, esta história está muito mal contada!

O que devia ser contestado era o salário elevadíssimo (imoral) que ganha o Carlos Queirós e os seus jogadores. Por aí, sim!
Num país onde quem trabalha 40 horas por semana, ou mais, e não recebe o suficiente para viver e sustentar uma família com dignidade, é inadmissível e inaceitável haver gente que ganhe tanto dinheiro por tão pouco. É imoral que essa gente ganhe num dia o que as pessoas que trabalham para que eles tenham o que comprar com o seu dinheiro, não ganham em 2 meses!

E não estou a minimizar a sua prestação: acho que estiveram muito bem, são mais de 30 equipas e só uma pode ganhar. Não é por aí! Acharia na mesma que ganham demais nem que tivessem ganho uma taça do mundo vitalícia.

Comentários

Jorge disse…
Concordo. Justo comentário. Sabe, no desporto, como na política, dominam os porcos.
mlu disse…
Penso que os media têm tido muitas culpas, neste e noutros linchamentos que por aí se têm feito. As "tricas" vendem jornais e dão audiências! É triste mas é verdade.

Abraço
Didas disse…
O que se passou foi ele não ganhar o mundial porque nesse caso era o maior, mesmo tendo mandado toda a gente à merda.
xunandinha disse…
O grande problema é os ordenadões que ganham, o dinheiro que o PAÍS gasta para a selecção ir fazer estágios para o estrangeiro e o pessoal que leva enfim, enquanto isso temos familias a cometerem o suícidio pr não conseguirem pagar a prestação da casa e a escola do filho....
xunandinha disse…
O grande problema é os ordenadões que ganham, o dinheiro que o PAÍS gasta para a selecção ir fazer estágios para o estrangeiro e o pessoal que leva enfim, enquanto isso temos familias a cometerem o suícidio pr não conseguirem pagar a prestação da casa e a escola do filho....
ameixa seca disse…
Pois eu acho que se houve palavrões e ataques, ele devia engoli-los antes de proferi-los. Ao que eles ganham deviam ser mais bem educadinhos e respeitadores. Infelizmente, está mais que visto que, dinheiro não é educação nem formação!
Saltapocinhas disse…
ó ameixinha, e só "ouviram" os palavrões 2 meses depois??
ameixa seca disse…
Lá está, são todos retardados... até no ouvir :)

Mensagens populares deste blogue

O vagalume e o sapo

O respeito

Fábula moderna