Comunicado da Ministra da Educação aos Encarregados de Educação

Caros Encarregados de Educação:

Em virtude do Orçamento de Estado, houve aumento do IVA de 6% para 23% referente ao leitinho com chocolate que é fornecido, pelos estabelecimentos de ensino públicos, aos alunos.

Por este motivo passa a ser disponibilizado aos mesmos, pela manhã, um pacote de vinho tinto/branco PORTA DA RAVESSA que mantem a taxa de IVA a 13%.

P´la Ministra,
Isabel Alçada

Comentários

Angel disse…
Pois.. vamos ver cm vai ser... no mínimo, preocupante p tds q tenham crianças ao seu cuidado..
pé-de-cereja disse…
:) :) :)

Só falta as sopinhas de pão, para serem as «sopas de cavalo cansado»

Penso que não se chegará aí, mas é realmente curioso essa coisa dos 'bens essenciais'.
Santos Passos disse…
Acho que vou voltar pra escola!
Leci Irene disse…
Ora pois, nada como vinho no pequen o almoço!!!!!!!!!!
Depois vão dizer que é culpa do sujeito se ele tornar-se um viciado... hehehe
xunandinha disse…
Pois é verdade amiga, temos que passar a servir sangria ao almoço, beber também ao jantar , aliás temos que andar todos com os copos para aguentar a falta dos medicamentos, pois um medicamento que pagava 13,euros com portaria agora pago 25,euros e tal e não há genérico dele. Beijocas
mlu disse…
Já não se lembram por que razão o leitinho dos meninos, que no princípio era branco,passou a ter chocolate! É que muitas crianças não conseguiam bebê-lo sem um aditivo e fazia-lhes falta. Em muitos casos era o único leite que bebiam. E agora? O remédio é o Estado (seja lá "isso" o que for) pagá-lo mais caro mas continuar a fornecê-lo com chocolate.
AC disse…
Valha-nos o bom humor!
(Descobri o seu cantinho através do "À Esquina da Tecla". Gostei do que li e, claro, vou seguir)

Bj
aflores disse…
...e mais não digo.

I'm bad;)

No meu tempo nem leite, quanto mais com chocolate :o)

Tudo de bom.
ameixa seca disse…
Ha ha, adorei :) Não dei prejuízo ao estado na escola básica. Nunca gostei de leite achocolatado!

Mensagens populares deste blogue

O vagalume e o sapo

O respeito

Fábula moderna