28 de outubro de 2010

Oitenta e oito!

Hoje deu-me para os contar e deu este número redondinho...

(aviso: sentem-se se estão de pé)

Oitenta e oito é o número de manuais que tenho guardados no meu armário da escola e que pertencem aos meus 8 (OITO) alunos do 1.º ano.

Em vez de se falar em manuais reutilizáveis (tarefa impossível por exemplo na matemática que está cheia de desenhos e gráficos e outras coisas que as crianças não conseguem copiar para os cadernos), não seria melhor acabar com esta enchente?
Na era da internet, das fotocópias, dos CD e DVD, porque não apenas 1 manual para cada disciplina?

4 comentários:

Angel disse...

Sim, eu dizia o mesmo no ano passado em relação à burocracia q tínhamos q preencher nas escolas.. Na era digital, e tanta azáfama com os Magalhães, ñ se justifica tanto desperdício..

R. disse...

Credo! Isso dá uma média de 11 manuais por aluno...
Eh pá, eu lembro-de de ter uns 3 no máximo quando estava na escola primária!

R.

G_ticopei disse...

Sei bem pois a minha filha está no primeiro ano, e sei bem a quantidade de livros que tive que forrar. Os da carochinha, não é? Já nessa altura me questionei; mas será que a cachopa vai ter tempo para fazer isto tudo?????

xunandinha disse...

Magalhães? alguém falou em Magalhães?Acho que este ano também não vai haver Magalhães nem o progama E-escola para o segundo ciclo. Quanto aos livros é uma barbaridade as crianças nem sabem para onde se virar e ainda por cima à umas fichas que são vendidas com uma pen para? pergunto eu e os professores, mas os livreiros dizem aos pais que é preciso.E esta HEIN? BEIJOCAS AMIGA