15 de setembro de 2011

Avó Guida

Faz hoje uma semana foi o funeral da minha avó.
Morreu depois de uma vida saudável, e ia escrever "feliz", mas isso não sei com certeza.
Ficou viúva relativamente cedo. O meu avô sofreu um grave AVC aos 60 e poucos anos e sobreviveu assim mais de 10 anos. Esses tempos foram difíceis para os dois...

A minha avó (e madrinha) era uma mulher bonita e vaidosa.
Gostava de festas e quando fez 80 anos juntou toda a família num almoço.
Repetiu-a aos 90, e prometeu outro para os 100.
Infelizmente não chegou a festejá-los.

Adorava trabalhar no campo, mas detestava a vida doméstica.
Também adorava passear e, coisa rara em pessoas da idade dela (e a trabalhar na agricultura), gostava de ler.
Em casa dela havia fotos nas paredes ao longo de um imenso corredor. As fotos que tenho de quando era pequenita devo-as aos meus avós.

Gostava muito deles.

6 comentários:

Angel disse...

A minha avó fez 77 anos ontem. Bem q gostaria q vivessem (tanto ela como o meu avô) até ultrapassar os 90! Gosto muito deles, perdi os meus avós maternos mt nova e ñ imagino a mh vida sem os meus avós paternos... Mas esse dia irá chegar (se eu ñ for antes...) e apenas peço muita força p conseguir superar a perda dessas duas grandes pessoas da mh vida. Força pra ti tb!

mlu disse...

Um abraço solidário! Nunca achamos suficientemente velhos para partirem aqueles de quem gostamos, não é? Só conheci o avô materno, de quem gostava muito,mas "faltam-me" os outros!
Bem estranhei, aqui, a ausência...

Bom fim de semana

mfc disse...

Fizeste-lhe um lindo post!
Ela está a sorrir para ti, mulher bonita!

pé-de-cereja disse...

Um grande abraço. Só hoje passei por aqui, por isso não disse nada.
As minhas avós também sobreviveram aos maridos (aliás a minha mãe também foi bastante depois do meu pai)- as mulheres têm muita resistência!
Nenhuma delas chegou tão longe como a tua, mas a verdade é que a esperança de vida tem avançado muito, e ainda bem para as pessoas que amamos. Ficam para sempre as recordações e as saudades.

Soledade disse...

A minha avó paterna tb foi e é muito importante para mim.Faleceu qd eu tinha 16 anos.Mas continuo a lembrar-me muito dela.Com o passar do tempo cada vez lhe dou mais valor e mais a admiro!Sei que, esteja ela onde estiver, está sempre a olhar por mim,vai-me dando umas "dicas" que me chegam nem sei como,mas que as recebo, lá isso recebo!Obrigada avó!
E tu, Laranjinha,passas a ter mais uma estrela que te ensina o caminho sempre que precisares! Acredita!Beijinhos grandes

Soledade disse...

A minha avó paterna tb foi e é muito importante para mim.Faleceu qd eu tinha 16 anos.Mas continuo a lembrar-me muito dela.Com o passar do tempo cada vez lhe dou mais valor e mais a admiro!Sei que, esteja ela onde estiver, está sempre a olhar por mim,vai-me dando umas "dicas" que me chegam nem sei como,mas que as recebo, lá isso recebo!Obrigada avó!
E tu, Laranjinha,passas a ter mais uma estrela que te ensina o caminho sempre que precisares! Acredita!Beijinhos grandes