15 de dezembro de 2012

Não há palavras...

para comentar atos destes.


3 comentários:

Angel disse...

É mesmo... :(((

mlu disse...

O coração fica tão apertado que não conseguimos comentar!

Um abraço!

aflores disse...

Há situações que não existem palavras suficientes.

Continuo sim a perguntar, como é possivel jornais de referência (?) permitirem comentários como aqueles que aparecem nestas (e outras) notícias.