24 de dezembro de 2012

Rapidinha de segunda (ainda natalícia, claro!)

Há muitos, muitos anos, na véspera de Natal, o Pai Natal estava muito aflito porque ainda não tinha embrulhado as prendas todas, tinha uma rena coxa e outra constipada.
Desesperado foi beber um copo, chega à adega e não havia nada.
Voltou à cozinha para comer alguma coisa e os ratos tinham comido tudo.
Como se tudo isto não bastasse, a mulher avisa-o que a sogra ia passar o Natal lá a casa.
O Pai Natal passou-se!

No meio do desespero, tocam-lhe à porta.
Com a pressa de abrir a porta, tropeça, bate com a cabeça numa esquina da mesa e começa a sangrar abundantemente.
Já verde de raiva, abre a porta e dá de caras um anjinho dizendo com uma voz angelical:
- Olá Pai Natal! Boas Festas!
Venho visitar-te nesta quadra tão feliz, cheia de paz e amor.
Trago-te aqui esta árvore de natal. Onde é que queres que a meta?

 ...Foi a partir daí que todas as árvores de Natal passaram a ter um anjinho no topo...

4 comentários:

mlu disse...

Vá-se lá saber porquê!!! Ah!Ah! Ah!
Muito boa!:))

Continuação de Boas-Festas!

Um abraço.

pé-de-cereja disse...

Eheheheh!!!
:)
A minha tem uma grande estrela, se calhar o anjinho já tinha fugido.
(passou no outro dia na tv um filme com certeza já antigo mas que eu não conhecia - o protagonista era o irmão do pai natal e tinha-lhe um certo pó, àquele irmão tão conhecido quando ele é que tinha o maior trabalho lá na história...)

xunandinha disse...

eU TENHO ESTRELA MAS TAMBÉM TENHO ANJO boas festas,beijinhos

aflores disse...

.... :))))))))

eheheheheheheheh


Acabei agora de olhar para a minha árvore de natal e não está lá o "anjinho".


Renovo os meus votos de Boas Festas e Próspero Ano Novo.

Tudo de bom!