8 de março de 2013

Ninguém merece,

nem mesmo o Hugo Chávez!

Por mais "cromo" (no bom sentido, mas não me ocorre outra palavra para o definir) que tenha sido, ninguém merece ser mumificado e ficar ali exposto, aos olhos de todos, depois de morto...

Credo, que mau gosto!

E, bem a propósito, a frase do dia:

Enquanto a Venezuela tem um presidente morto, que parece estar vivo, Portugal tem um presidente vivo que parece estar morto...

3 comentários:

mlu disse...

É verdade, ninguém merece tal sorte!
Quanto ao nosso vivo que parece estar morto...parece que vai fazer uma comunicação ao país!!! Não sei quando, mas deve ser "uma coisa do outro mundo"!

Um bom fim de semana!

pé-de-cereja disse...

Estas pompas fúnebres sempre me fizeram impressão, mas pessoalmente são cerimónias que não me dizem muito, mesmo quando são modestas. Faz-me impressão as culturas como a americana que fazem banquetes de funeral quase como os dos casamentos. E neste caso, um tipo adorado por pessoas muito simples, fizerem-lhes o gosto e o espectáculo.
..............
O nosso morto-vivo nunca imaginou que o segundo mandato fosse assim ou não tinha concorrido. :D

Anónimo disse...

É, ele há coisas né? O povo gosta, o vo quer