21 de maio de 2013

"Patrás"... e em força


Na semana passada fecharam os correios cá da minha terra. Na semana anterior tinham fechado os da terra vizinha...
Para tratar de um assunto nos correios, as pessoas de Aradas e de S. Bernardo terão de se deslocar a Aveiro, com todos os inconvenientes (financeiros e não só) que essa situação acarreta.

Se isto não é regredir, então não sei o que será!

(pelo sim, pelo não, vou guardar muito bem os meus dois volumes dos "Pilares da Terra": assim não estranharei muito quando chegarmos à Idade Média)

4 comentários:

mlu disse...

Estamos quase no séc.xix e na chegada do correio, magistralmente contada por Júlio Dinis em Morgadinha dos Canaviais! É preciso não desanimar, chegaremos à idade média em menos de um fósforo!

Um abraço

mlu disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
pé-de-cereja disse...

Não consigo entender estas medidas. É que não consigo mesmo!!!
Os correios hoje em dia não são usados para o mesmo de há 50 anos, é claro. As cartas são muitíssimo menos e além disso compram-se os envelopes já com o selo. Mas também a verdade é que se fazem muitas coisas que não se imaginava antigamente tal como muitas situações ligadas às "finanças".
O certo é que mesmo em Lisboa, onde há muitas estações de correios, quando preciso de lá ir perco horas!!! Temos de tirar senha e frequentemente estão 20 ou mais clientes à nossa frente... Mas para poupar em pessoal só há dois ou três a atender!!! Detesto ir aos correios, porque são ali horas em pé!

aflores disse...

Regredir? Não. Quem disse?

Somos SUPER desenvolvidos.
O casamento de pessoas do mesmo sexo está legalizado, a (co)adopção de crianças por casais do mesmo sexo também, a prostituição não é ilegal mas não está considerada como profissão, o direito à morte (eutanásia) é crime mas vão deixando as pessoas morrer pelos cantos, formam-se MEGA grupos escolares com turmas que mais parecem regimentos militares (face ao elevado número de alunos)e continua a existir abandono escolar, existe o incentivo ao uso e abuso das novas tecnologias quando ainda existem pessoas que não sabem ler...enfim.

Correios? Os da minha terrinha mais parecem uma loja dos 300, só falta mesmo venderem preservativos.

:)
"Prafrente" é que é!



Tudo de bom.