11 de março de 2018

Uma fotografia por domingo (379)


E lá continuam estes bichinhos ao relento, com este temporal que tem estado.
Há gente que trata os animais como se fossem objetos. :(

3 comentários:

cereja disse...

Não os podes recolher? De facto é uma crueldade com o tempo que tem feito.

cereja disse...

Ainda acrescento uma coisa. Actualmente deu uma loucura contagiosa e toda a gente tem cão. Pelo menos assim parece aqui por Lisboa, há prédios e prédios, de 5 ou 6 andares onde todos os moradores têm um cão. Eu até gosto muito de cães, mas não o teria nem terei, porque não são animais de companhia no sentido de apenas «fazerem companhia» porque fazem e precisam que lhes façam! Não é como um gato (e mesmo esse) que pode entreter-se mais sozinho. Corta o coração ver pessoas que passeiam o cão 15 minutos de manhã, saem, deixam-no sozinho 12 horas, passeiam-no mais 15 minutos, e depois vão-se deitar. Vou ouvindo muitos desses animais a ladrar ou ganir tempo sem fim..... Que dó. Aquilo não é um brinquedo a pilhas que se desliga!!!

Angel disse...

Enfim... tenho aqui perto de mim uma casa com cães de médio porte presos com correntes de metro com casotas pequenas, mas no meio de um espaço alagado e lamacento... e eu pergunto: pra q são os animais, p assustar os transeuntes e dissuadi-los de assaltar a casa?... É mesmo mt triste... e os cães têm um ar mesmo triste :( Olha q há gente q trata melhor certos objectos, nomeadamente carros!!! Ou pensas que os deixam à chuva td a noite??? Já os animais de estimação é outra história... ainda temos tanto q evoluir em termos de mentalidade e educação :(

Uma fotografia por domingo (388)

No rio Vez, em Arcos de Valdevez.