11 de setembro de 2007

Hérnia cervical

O post de hoje é um apelo.
Trata-se de uma pessoa que está a sofrer de uma hérnia cervical e que, tendo consultado vários médicos e fisiatras, se depara com soluções diferentes.
Uns aconselham a cirurgia, outros nem por isso, outros até a desaconselham.

Perante tanta discrepância, nada melhor que procurar saber junto de quem tem ou teve este problema.
Como o resolveram?
Com quem?

Podem dizer o que quiserem aqui nos comentários ou então falar directamente com a interessada para o mail:
ps.rosamaria@gmail.com

Obrigada!

5 comentários:

PN disse...

Um familiar meu foi operado a uma hérnia e ficou muito bem, mas acho que não estava alojada na cervical. É realmente um assunto delicado e só espero que as coisas se resolvam da melhor maneira.

Zita disse...

Sugiro a consulta de um bom neurocirurgião.

Prof.Lobo Antunes em Lisboa (hospital CUF);
Prof. Ernesto Carvalho no Porto

As melhoras

José António disse...

O conselho da zita coincide com o que ia escrever. Lobo Antunes é um homem a ouvir, sem dúvida. Do pouco que sei, posso dizer que tive conhecimento de situações em que a coisa se resolveu rapidamente e com baixo risco, através de intervenção cirúrgica, mas cada caso é um caso. Ouvir quem sabe é imprescidível

Anónimo disse...

Linda
ó meu filho foi operado a uma hernia aos 22 anos ,segundo o médico tinha uma hérnia quase tão grande como ele(1,89m),na região lombar.Na opinião do médico o meu filhão tinha uma coluna como se tivesse 40 anos.Foi operado no Porto em ambulatório,foi operado as 9h da manha e saiu as 14h.Ficou bem,embora com algumas queixas ao fim de 4 anos.Mas devo dizer que um rapaz nesta idade não tem cuidados com a sua coluna,continuou a jogar andebol desporto muito violento para quem sofre da coluna.consultei dopis neurologistas.ambos foram da opinião em ser operado.Quem operou o meu filho foi o Dr.Manuel Enes no Porto,é o meu testemunho.
as melhoras e um abraço.

Rosa

Anónimo disse...

O professor Lobo Antues (CUF) não inventa soluções, ele tem soluções.