1 de julho de 2009

Pobre menino rico!

Já todo o mundo (mesmo!) falou sobre a morte de Michael Jackson, quase até à exaustão.
Por cá, foram horas nos noticiários, se calhar mais do que algum português alguma vez já teve... mas adiante.

Não quero minimizar a sua arte que realmente era (é e será para sempre) excelente.
Já o Michael Jackson cidadão deixava muito a desejar!

Todas as suas transformações, desde que era um belo rapaz negro, até às suas últimas e impressionantes (porque horríveis) imagens, mostram um percurso de uma pessoa com graves problemas.
Uma noite destas vi uma reportagem sobre a sua vida.
E não era ninguém a contar: era ele mesmo numa grande entrevista.
Demonstrou que não só parecia desiquilibrado: era mesmo!

E as histórias que agora aparecem acerca dos "seus" filhos vêm confirmar a sua imaturidade e inconsequência.
Se não se atrevia a fazer um filho, podia ter recorrido à adopção, pura e simples.
Porque agora diz-se que não foi só a mãe que era "de aluguer". O pai também era!
Acredito que ele gostasse mesmo de crianças e, como tinha condições económicas para isso, podia ter adoptado uma dúzia delas.

Que irão pensar dos pais estas crianças quando forem mais velhas?

6 comentários:

Emiele disse...

Plenamente de acordo.
Um óptimo cantor, mas um ser humano muito infeliz. Essa desagrado com a sua aparência física devia ser uma coisa muito dolorosa. Uma coisa é preferir-se ter o cabelo de outra cor como metade das mulheres, ou um nariz mais pequeno quem o tem enorme, ou sei lá, as orelhas mais coladas quem as têm 'de abano'.
Mas são sempre coisas secundárias. Ele tentou reconstitui-se quase de cima abaixo. Impressionante. De que raio é que gostava em si mesmo?!
Em relação às crianças, seria o mesmo (não vi essa entrevista) mas ele não devia gostar de si tal como era geneticamente portanto não se atrevia e reproduzir-se...
Que triste.

bell disse...

Tenho pena dele e daquelas crianças.

Shakti disse...

Já pensei a mesma coisa...ainda ontem estive a ler o testamento dele que está online (scanizado) e fiquei parva com o que li em relação aquelas crianças...

Bj

Didas disse...

Vão ser tão doidas como eles.

ameixa seca disse...

Eu achei fantástico ele dizer que a única operação plástica que fez foi ao nariz porque o ajudava a respirar melhor. Mas dizer que não mexeu em mais nada na cara é de um grande mentiroso e, se mentia acerca disso, podia ter mentido acerca do resto!

mixtu disse...

complicado...

ficou a arte do movimento nele...

abrazo serrano