13 de janeiro de 2014

Rapidinha de segunda

Um sujeito trabalhava há anos numa fábrica de conservas e, um dia, confessou à mulher que estava possuído por um terrível desejo: a vontade incontrolável de meter o pénis na cortadora de pickles. Espantada, a mulher sugeriu que ele procurasse um psicólogo, e o marido prometeu que iria pensar no assunto.
O tempo foi passando, até que um certo dia, ele chegou a casa cabisbaixo, profundamente abatido:
"O que aconteceu amor?"
"Lembras-te do meu desejo de enfiar o pénis na cortadora de pickles?"
"Oh não!" - gritou a mulher -"Fizeste isso?!?"
"Sim fiz!"
"Meu Deus, e depois?"
"Fui despedido ..."

"Mas, e...e.... e... a cortadora de pickles ...?"
"Aahh, a Manuela?! Também foi!"

2 comentários:

aflores disse...

Que nome estranho para uma cortadora de pickles. :))))))))))))

Isto tá bonito, tá.

;)

Tudo de bom.

Boa semana.

cereja disse...

:D

(mas despedidos porquê, taditos... um desejo irreprimível e partilhado pelos vistos...)