10 de março de 2014

Rapidinha de segunda

Nos tempos da Guerra Fria, um espião escapou do KGB russo.
Prestes a ser capturado, na fuga colide com uma freira a quem pede que o esconda debaixo do hábito. Quando os agentes do KGB se cruzam com a freira, perguntam-lhe se tinha visto um homem suspeito em fuga.
A religiosa informa-os de que não tinha visto nada, e os agentes seguem o seu caminho.
Depois do perigo passado, o espião sai debaixo do hábito da freira e diz:
- Obrigado, irmã, por ter-me salvado de ser capturado pelo KGB.
- Fi-lo com muito gosto - responde a freira.
- Se mo permitir, tenho que dizer-lhe, irmã, que você tem umas pernas muito formosas. Não notou o leve beijo que lhe dei nos tornozelos?
- É claro que sim.
- E não sentiu, pouco depois, os meus beijos fogosos nos seus joelhos?
- Evidentemente.
- Imagino que também notou quando fui subindo e lhe beijei as coxas?
- Sem dúvida que o notei, claro.
- E o que poderia ter sucedido, irmã, se eu tivesse continuado a subir, a subir com a minha língua?

- Aí penso que me terias lambido os tomates.
Ou achas que és o único espião que anda por aqui?

2 comentários:

cereja disse...

Ai, ai, ai....

Mas olha, deixo aqui uma também "religiosa" que me mandaram ontem:

«Um Padre e uma Freira tinham saído de um convento. Ao cair da noite, avistaram uma cabana a meio do caminho, e decidiram entrar para pernoitar e prosseguir viagem no dia seguinte.

Ao entrarem na cabana, viram que havia apenas uma cama de casal. O padre e a freira entreolharam-se e, depois de alguns segundos de
silêncio, o padre disse:
- Irmã, pode dormir na cama que eu durmo aqui no chão.
E assim fizeram. No entanto, a meio da madrugada a irmã acordou o padre: -Padre! O senhor está acordado? O padre, bêbado de sono:
-Sim, irmã, precisa de alguma coisa? -Tenho frio...pode dar-me um cobertor? -Sim, irmã, com certeza! O padre levantou-se, foi buscar um cobertor ao armário e cobriu a irmã com muita ternura. Uma hora depois, a irmã acorda o padre novamente: - Padre! Ainda está acordado? O padre: -AH? Irmã ... O que foi agora? -É que ainda estou com frio. Pode dar-me outro cobertor? -Claro irmã, com certeza!
Mais uma vez, o padre levantou-se cheio de amor e boa vontade para
atender o pedido da irmã. Outra hora passou e, mais uma vez, a irmã chamou pelo padre:-Padre. O senhor ainda está acordado?
O padre: -Sim, irmã! O que foi agora?! -É que eu não estou a conseguir dormir. Ainda estou com muito frio. Finalmente, entendendo as intenções da irmã, o padre disse: -Irmã, só estamos aqui nós dois, certo? - Certo! -O que acontecer aqui, ou deixar de acontecer, só nós saberemos e mais
ninguém, certo? -Certo! -Então tenho uma sugestão ... Que tal se fingirmos ser marido e mulher ?
A freira então pula de alegria na cama e diz :-SIM! SIM !!!
Então o padre muda o tom de voz e grita :
- ENTÃO, PORRA ! LEVANTA-TE E VAI BUSCAR A MERDA DO COBERTOR !»

mlu disse...

Espiões! E não só de assuntos políticos! Mau, é quando se enganam: ou cortam-lhes o pescoço ou... ...
Ah!Ah!Ah!

Bom Domingo

Um abraço!