30 de junho de 2014

Uma fotografia por domingo

Hoje vou fazer greve à fotografia para deixar aqui os meus sentidos pêsames à Judite Sousa.
Eu sei que todos os dias morrem filhos de muitas mães, mas eu não as conheço...
A Judite Sousa entra-nos pela casa dentro, todos os dias, há muitos anos, é como se fosse uma pessoa conhecida. Por isso faz-me mais impressão.
Nunca, em nenhuma circunstância, os pais deviam sobreviver aos filhos.

É muito, muito triste.
:(

1 comentário:

mlu disse...

Verdade, Saltapocinhas, deve ser a maior dor do mundo, a de perder um filho!Fiquei triste por Judite Sousa
e por um homem jovem que partiu na melhor idade dos sonhos.

Um abraço