6 de junho de 2014

Hífens




Anda meio mundo chateado com a Olá e a Imaginarium por causa de um simples hífen (se calhar quem deu estes erros ortográficos foi algum daqueles fanáticos anti acordo. Acordo não, mas erros não faz mal)...mas adiante...

O que eu acho é que se trata de uma paixoneta aguda por hífens, esses tracinhos tão queridos...
Ai tiraram-nos os hífens de tantas palavras? Ai sim? Então vamos pô-los noutras.
Está explicado!

4 comentários:

mlu disse...

Excelente, Saltapocinhas! Não tinha pensado nisso mas é mesmo "vingança" ou síndrome de carência!:))
Daria resultado comprar uma gramaticazinha?

Um abraço

Angel disse...

Que horror! Até fico vesga qd vejo hífens onde ñ devem estar! Vejam lá se entendem duma vez por todas: os verbos no pretérito perfeito (passado para os leigos) ñ leva hífen!!! A ñ ser q estejam a usar o verbo com um pronome reflexo... Mas quem dá estes erros nem deve saber o q é um pronome reflexo, hahaha!

Alberto disse...

Já tenho notado que esse erro é muito comum, cá em Portugal. E por ser muito comum não deve ser por ignorância deste ou daquele. Talvez a forma como isso é ensinado precise ser revista. Outro erro recorrente é o uso do verbo haver. "Eu há muito não a vejo" é comumente escrita cá em Portugal assim: "Eu à muito não a vejo". Por que será? Com a palavra a professora! :D

cereja disse...

Se fosse só a Olá, já me tinha passado pela cabeça que fosse uma publicidade sofisticada - era um modo como se falava da marca. Mas a Imaginarium também aderir já faz que pensar.
.............
Possivelmente é um corrector ortográfico com vírus ou qualquer coisa do tipo. Mas como raio é que até chegar aos cartazes não houve uma alminha que chamasse a atenção?