28 de agosto de 2004

Vida de cão

Anda para aí uma polémica acerca dum cão que participa numa série da TVI, "O Inspector Max".
Já recebi vários mails e li posts em blogs a denunciar maus tratos por parte do indivíduo que treina os cães (incluindo o que entra na série).
Hoje na TV Mais vinha um artigo sobre o assunto, com depoimentos dos donos do cão e do tal "treinador".
Claro que cada um puxa a brasa à sua sardinha e ficamos sem saber quem fala verdade e quem está a mentir, uma vez que é impossível ambas as partes estarem a falar verdade.
O tal senhor Garrido pode até maltratar os cães, mas pareceu-me que os donos do cão que entra lá na tal série estavam mais preocupados com o facto do cão ter sido "despedido" do que com os eventuais maus tratos... Não tenho conhecimento dos factos para saber quem tem razão, mas uma coisa eu sei: jamais deixaria um cão meu ser "treinado" para participar fosse no que fosse.
Mas há pessoas que para verem os seus cães serem "estrelas de TV" ( ou os filhos, tanto faz...) são capazes de os sujeitar às maiores barbaridades!

5 comentários:

Misai disse...

Imagino o tipo de treino que estes animais não terão para fazerem estas séries televisivas...tudo para nosso entertenimento...:(

polittikus disse...

Por acaso conheço o treinador do cão pessoalmente, já q foi o que treinou o meu, e devo dzer q duvido q ele tenha maltyratado qualquer animal. Creio q seja mais a ganancia do dinheiro por parte dos donos do animal...

Grilinha disse...

Gostei da nova casa. Já comentei no Sapo. beijinhos

SoulHeaven disse...

Sinceramente, não percebo muito disto... mas acho complicado um cão maltratado ter o saudável aspecto que ele tinha e obedecer de uma maneira tão segura... Não mordi essa história!

Mas tirando esta história, deixa-me que te diga... O blog aqui está a ficar lindo!!! :)))) Os meus ENORMES parabéns! Precisa de mais qualquer coisinha, mas está brilhante... Tu realmente! Cada vez melhor! Muitos parabéns, a sério! ;)

inconformada disse...

Estou a "ouvir" esta história pela primeira vez, daí não saber o que se passou. Uma coisa é certa: se a ânsia de ter uma estrela em casa nem se deveria aplicar aos animais caso isso os maltratasse, muito menos se deveria fazer passar uma criança por alguns verdadeiros tormentos.
Há uns dias vi uma reportagem sobre crianças-estrelas e foi verdadeiramente deprimente...
Beijo