27 de abril de 2006

...

Ontem, no Jornal da Noite da SIC, falava-se duma viagem de finalistas de jovens do 12.º ano.
Pelo que percebi a viagem - de uma semana! - era a uma estância balnear espanhola, mas segundo o jornalista os jovens raramente chegavam a ver o sol. A vida deles resumia-se a discotecas, bebedeiras e figuras tristes nas ruas! (e mostraram imagens elucidativas para que não restassem dúvidas...)

Um professor, muito falador e alegre contava aos jornalistas "imaginem que hoje de manhã veio ter comigo uma miúda em pânico a perguntar onde poderia comprar a pílula do dia seguinte... Já viu a confiança que os alunos têm connosco para nos virem fazer perguntas destas?"
E mais à frente: "nós não os controlamos nem tomamos conta deles. Eles andam à vontade".
E para rematar, quando o jornalista lhe perguntou como é que os pais autorizavam estas viagens ele disse "ah, porque eles nem imaginam o que se passa por aqui! Ninguém lhes vai contar!"

(isto não é textual, tenho pena de não conseguir reproduzir exactamente o que o "professor" disse, pois era de bradar aos céus!!)
Também não sei qual era a escola, mas deve ser uma escola sem professores... Pelo menos naquele grupo não estava ninguém que merecesse esse título!

15 comentários:

AnaCristina disse...

Pois, essa gentinha que falou não quer ouvir falar em avaliação da classe docente... Não estão interessados! Se tivesse vergonha na cara não vinha dizer isso!

Já estive numa viagem de finalistas e já dei pilula do dia seguinte e preservativos mas andei sempre em alerta vermelho a ver se evitava situações dessas...
A certa altura, um dos miúdos disse-me " A gente pensava que a prof era fixe mas tá sempre a melgar e não podemos fazer nada!"

Fiquei contente!

SaltaPocinhas disse...

@@ANACRISTINA: essa gentinha nem merece a profissão que tem...Eu não sou moralista, mas acho que há um limite para a decencia! Até a população lá da terra se queixava do mau comportamento "dos portugueses". E uma semana de viagem? Não é um exagero?? E não é supostoos professores irem tomar conta dos alunos? A não ser assim, que estão eles lá a fazer??

Carla Silva disse...

Assisti a essa reportagem e penso que quando um pai deixa um filho fazer uma viagem dessas pensa que os professores vão ajudar a tomar conta, não é verdade? Pois, a minha filha ainda está longe duma viagem de finalistas, mas depois disto vou pensar duas vezes.
Um beijo e um bom fim-de-semana.

Didas disse...

Também vi. E nem palavras tenho.

méri disse...

Também vi e indignei-me com o que ouvi. Mas penso que quem falou não foi um professor, mas sim um agente da organização da viagem.

Angel disse...

São pessoas cm essas q dão mau nome à nossa profissão! Tb achei degradante a forma cm ele falou... Está-se mm a ver q ele foi para curtir e aproveitou-se da viagem de finalista dos alunos pra meter uns diazitos de férias tb! Já acompanhei alunos numa viagem de finalistas.. gostei mt, fiz várias amizades q ainda duram até hoje, mas, no fundo, fomos para os acompanhar e supervisionar para q td corresse da melhor forma... Eu tinha 23 anos e eram alunos do 12º, logo a diferença de idades era mt pouca.. Mas sempre fiz questão de marcar a mh posição - eu era a professora acompanhante, apesar de nova e de me divertir tanto cm eles.. Acho q deve haver algum limite na forma cm interagimos com os alunos.. Afinal tb somos 'pais adoptivos' de vez em qd...

polittikus disse...

Mais uma como tantas neste país. è nestas pequenas coisas que se diferenciam as boas escolas privadas e as quase todas más escolas públicas. ( não é culpa dos professores) é uma questãode ética e direcção da coisa.

miguel disse...

Não vi.
Não vejo televisão.
Os pais têm de saber ensinar a pescar...
Os filhos depois fazem da cana o que lhes der na real gana!
Nunca achei grande piada a este tipo de festas...
mas porque não vão sem professores?
É uma falsa segurança.
Os professores ensinam, não podem assegurar coisa nenhuma...
Gostava que os meus filhos, quando chegar essa altura, não tenham de estar longe de mim para se divertir...
Beijos,
Miguel

sonia disse...

nem há palavras. Apenas podemos confiar que nem todos são assim.
beijinhos

aflores disse...

Tu sabes, eu sei que o exemplo por ti aqui descrito não é comum em todas as viagens de "finalistas". Mas...tu sabes, eu sei (todos sabemos)que é o exemplo de uma boa parte dessas "viagens de finalistas"...acontece de vez em quando. Maus exemplos há em todo o lado... o que me irrita é as noticias serem sempre pela negativa e raramente pela positiva. Porque motivo a TV não fala das excelentes viagens de alunos, devidamente acompanhados por (excelentes e profissionais) Professores? O meu filho tinha 17 anos (...uma criança ainda)quando representou Portugal (com uma aluna de Lisboa) num encontro de estudantes no Luxemburgo durante uma semana. Uma viagem que ele jamais esquecerá e eu também... pois tive que o levar ao aeroporto de Lisboa apanhar um avião que fazia escala no...Porto. Claro que "esta parte" foi organizada pelos "senhores" de Lisboa. Bj e excelente fim de semana.

PN disse...

Tanto quanto sei, nas viagens de finalistas do 12.º ano os professores são meros "convidados", no fundo, vão apenas para passear, daí este tipo de atitudes e discursos desse professor, afinal ele estava lá para passear. As viagens de finalistas agora fazem-se já no 9.º ano. Sei de uma escola onde foi feita uma viagem à Escócia, com o pretexto de ser viagem de finalistas, mas em que iam quase tantos professores e funcionários como alunos.
No meu 11.º ano também tive a oportunidade de ir a Londres. Ficámos numa residência universitária, tínhamos alguma liberdade, mas que eu saiba, ninguém ficou grávida nessa viagem, nem consta que se tivessem pedido preservativos aos professores.
No final do meu curso, também participei numa viagem de finalistas a Palma de Maiorca. Lembro-me de uma noite, numa discoteca, encontrarmos dois professores portugueses que estavam a acompanhar uma turma de finalistas do 9.º ano e tinham ido ver se ela oferecia condições para aí levarem os alunos. Não sei a que conclusão chegaram, mas dadas as cenas que lá vi, espero que não os tenham levado.
E eu que fiquei danada com a minha mãe, quando não assinou um autorização para eu poder, durante uma viagem de dois dias a Lisboa, aos 17 anos, entrar numa discoteca, hoje, dada a minha experíência, sei que não perdi nada.

Clitie disse...

Eu só vi realmente as imagens, mas também te digo os meus profs nunca foram assim e os meus pais muito menos! Para eles nem falar em viagens sozinha e já lá vão uns anos também, agora o tempo é outro, pelo menis é o que se diz...

Bjks e bom fim de semana.

zecadanau disse...

Está tudo dito por aí abaixo, não vou acrescentar mais nada. São efectivamente preocupantes os sinais dos tempos.

Um @bração do
Zeca da Nau

Anónimo disse...

Looking for information and found it at this great site... Free video samples gay xxx outdoor ice machines 117.00 adipex cheap p v600 lcd upskirt secretarys am cpu mhz prozessor fluoxetine price Fat white chicks and black dicks Photo touchup software Controal packs for spas hot tubs oldsmobile cutlass supreme 92 brake light wiring third Cheap dial around international calls

Anónimo disse...

Wonderful and informative web site. I used information from that site its great. blackberry 7230 vw golf styling Johnson+and+johnson+contact+lens ip based surveillance cameras life assurance sampras tennis Snorrting ritalin ringtones buspirone Casino boat fort myers beach florida Culinary schools in kansas city