27 de outubro de 2006

Lobo Antunes


Vi ontem a entrevista da Judite de Sousa ao Lobo Antunes.
Aquele homem impressiona-me sempre, às vezes pela positiva, outras pela negativa.
Lembro-me de uma vez, numa outra entrevista, o ter ouvido dizer que não gostava de dar entrevistas, que ninguém tinha nada a ver com a vida dele e que se estava borrifando (não sei se o termo foi este, se não foi, foi outro parecido) para toda a gente.
Aquilo caiu-me muito mal, porque afinal ele vive apenas da escrita o que quer dizer que "essa gente" que ele estava a desprezar é apenas e só a gente que o sustenta...

Ontem pareceu-me menos arrogante e mais "humano".
Por outro lado parecia estar a ter bastante dificuldade em expressar-se (o que não deixa de ser espantoso numa pessoa que escreve) e muito hesitante nas respostas.

De qualquer modo, é dos meus escritores portugueses favoritos e, na minha opinião, superior ao Saramago.

9 comentários:

Ines disse...

Será que essa capacidade para encantar com as palavras está nos genes?
Também o "outro Lobo Antunes" me encanta quando fala, é fácil de escutar, cativa... embora, segundo consta no Hosp., não seja uma pessoa fácil. (mas no Hosp como sta Maria quem é que consege ser uma pessoa fácil?!?!?)

Ines disse...

Que livro dele recomendas?

mfc disse...

Não discuto a qualidade da escrita dele que é fantástica.
Discuto a qualidade das suas afirmções como homem.
Ouvi-o na TSF a chamar "ganga" a José Rodrigues dos Santos, Rita ferro e outros. Não sei se são ganga ou não...mas isso não se diz e fica-lhe mal!

Professorinha disse...

Grande vergonha minha: ainda não li nada do Lobo Antunes. No entanto, sei que é um grande escritor! O homem impressiona-me. Assim que puder irei ler algo dele.

PN disse...

Eu tenho uma boa parte dos livros dele (ofereceram-mos) e ainda não consegui ler nenhum até ao fim...
Ainda não consegui encaixar no estilo dele, mas qualquer dia volto a tentar.

Unicus disse...

Levantas uma série de questões. A saber: expressa-se mal oralmente. Isso é perfeitamente normal em alguém que escreve bem. Há muita timidez em quem se consegue exprimir de forma fácil através da escrita.
Noutra afirmação dizes que numa outra entevista te pareceu arrogante. talvez seja a timidez intrinseca dos escritores e não arrogância.
Depois convenhamos que ser entrevistado pela Judite não é muito fácil. Ela baralha-se e consequenetemente baralha o/a entrevistado/a. Talvez tenha mais jeito para falar com o Seara seu marido. Mesmo asim, não tenhoa certeza.
Lobo Antunes é sem dúvida um exclente escritor. Tem uma escrita diferente de Saramago, logo compará-los não me parece posível. São diferentes. Mas a haver um melhor, pela forma, pelo conteúdo, pelas temáticas levantadas, Saramago está uns quantos furos acima. Inquestionavelmente.
Gostei de te voltar a ver.
Beijos
Ex-LetrasAoAcaso

josé palmeiro disse...

Quando comecei a ler o título do escrito, interroguei-me, que fábula seria aquela do LOBO Antunes.
Afinal era o Lobo, António L. Antunes, Escritor português, do sec.XX.
Vamos lá deixar as brincadeiras e dizer que estou inteiramente de acordo com o que expressas.
Excelente escritor, lacuna indesculpável para quem ainda o não leu. Pessoa difícil, quando confrontado com as câmaras e as entrevistas.

anokas disse...

estes escritores são uns excêntricos... por isso se dão ao luxo de dizer essas coisas!! :)
todo o artista têm um pouco de loucura!
bjokas da anokas ;)

CHUSSA disse...

Acho que enquanto escritor é um génio (que é o que me importa e me diz respeito analisar!), embora como pessoa deixe muito a desejar... é muito calculista e cínico... Claro que esta é apenas a minha opinião (a de uma pessoa que não o conhece bem, só conhece o que ele quer mostrar!)
Beijinhos***