12 de agosto de 2008

Filipa de Lencastre

Academia dos livros, é uma ideia original da Cláudia.
Esta "academia", embora acabadinha de criar, tem já um número de sócias jeitoso (sócias porque, pelo menos por enquanto, é só mulherio...)
E que fazem as sócias?
Bom, temos de falar sobre um livro que tenhamos lido ou estejamos a ler.

Falamos sobre ele, dizemos de nossa justiça, copiamos passagens, convencemos os outros a lê-lo também (ou não!)...

O último livro que li foi "Filipa de Lencastre", de Isabel Stilwell.
Adorei!
Eu gosto muito de história (embora seja uma completa ignorante deste assunto) e se a vida das personagens forem assim contadas em forma de romance é muito mais divertido! (também costumo usar esta técnica com os alunos - associar uma personagem histórica a uma história - e eles assim aprendem muito melhor!)

Mas vamos ao livro:
A Isabel conta, de forma romanceada, a história da vida de Philippa of Lancaster - mais tarde Filipa de Lencastre.
A história passa-se entre os anos 1360 e 1415 e gostei especialmente de "ver" como viviam as pessoas na Idade Média.
Incrível!
E gosto de imaginar como seriam essas pessoas se vivessem hoje ou apenas alguns séculos mais tarde, com outros recursos!


Gostei tanto do livro que dei por mim com a lágrima no canto do olho quando a heroína morre!




Sinopse:

"Filipa de Lencastre morreu de peste negra, tal como a sua mãe, a 15 de Julho de 1415com 55 anos. No dia 25 partiam de Lisboa 240 embarcações e um exército de 20 mil homens, entre os quais D. Duarte, o Infante D. Henrique e D. Pedro.
A Praça de Ceuta ca6ía cerca de um mês depois.
D. Filipa não esperaria outra coisa dos seus filhos… Mulher de uma fé inabalável, conhecida pela sua generosidade, empreendedora e determinada a mudar os usos e costumes de uma corte tão diferente da sua, Filipa de Lencastre deu à luz, aos 29 anos, o primeiro dos seus oito filhos. A chamada Ínclita Geração, que um dia, como ela, partiria em busca de novos mundos e mudaria para sempre os destinos da nação. Frei John, o tutor já tinha previsto o seu destino nas estrelas.
Nasceu Phillipa of Lancaster, filha primogénita de John of Gaunt, mas aos 29 anos deixou para trás a sua querida Inglaterra para se casar com D. João I de Portugal.
A 11 de Fevereiro de 1387 o povo invadiu as ruas da cidade do Porto para aclamar carinhosamente D. Filipa de Lencastre, Rainha de Portugal.
Num romance baseado numa investigação histórica cuidada, Isabel Stilwell conta-nos a vida de uma das mais importantes rainhas de Portugal.
Desde a sua infância em Inglaterra, onde conhecemos a corte do século XIV, à sua chegada de barco a Portugal onde somos levados numa vertigem de sentimentos e afectos, aventuras e intrigas".

5 comentários:

anna disse...

Ora viste!
Gostei muito de saber que associas as personagens históricas a uma história, para motivar os miudos. Também faço isso... lol!
Este é 1 bom livro, não há duvidas.
Beijinhos.

Shakti disse...

Tu não vais acreditar...mas eu juro ...este é o livro que eu estou a ler o momento !!!

Estou a adorar ...mas ainda estou muito no inicio...

bjs

PN disse...

Filipa de Lencastre sempre foi uma das figuras femininas mais bem vistas da nossa história, justamente por ter sido mãe da ínclita geração. Mas realmente conhece-se muito pouco dela. Gosto de romances históricos, vou juntar esse título à lista.

ameixa seca disse...

Pahhh... não é nada só mulherio. O Cupido publicou hoje e pelo que já li num comentário na Anna, ele conheçe a ultima descendente da Filipa :) Fantástico... não havia necessidade de dizeres que a heroína morre... tristeza (mas também não estaria viva depois de tanto século né?)

aflores disse...

De Filipa de Lencastre só conheço mesmo a Praça com o mesmo nome, bem perto da casa dos gelados que eu mais adoro.:))))))))))))
(Hoje estou mesmo reaccionário)

Mas fiquei curioso com o livro...será uma boa leitura para férias?