O meu marido

O meu marido não me manda flores... (mas é capaz de me trazer uma rosa amarela do quintal, lá para finais de Dezembro, quando andar a podar e por lá encontrar uma esquecida).


O meu marido não me chama "amor", nem "querida", muito menos "fofa" ou "filha"... (mas chama-me pelo meu nome ou diminutivo de uma maneira especial e inconfundível).

O meu marido não me dá jóias caras... (mas oferece-me um carinho enorme, um olhar especial e uma disponibilidade sem limites, sempre).

O meu marido às vezes vai a jantares de amigos ou colegas, mas diz sempre que preferia jantar comigo... (e eu sei que é verdade).

O meu marido quando precisa de ir a algum lado, seja lá onde for, prefere a minha companhia à de qualquer outra pessoa... ( e eu também).
Todas as mulheres têm uma "melhor amiga", de quem nada escondem. Eu também tenho algumas boas amigas, mas a melhor de todas... é o meu marido.

O meu marido faz anos hoje.Como ainda não lhe comprei nada, vou oferecer-lhe esta prenda e dizer-lhe "amo-te" (ele sabe, mas não faz mal nenhum dizer-lhe outra vez e outra e outra...)

Comentários

Boop disse…
Parabéns então!
As cumpliciidades são melhores do que qualquer chavão!
Angel disse…
Parabéns ao Maridão! :)
José António disse…
Sem dúvida uma prenda original e valiosa. Muitos Parabéns aos dois!
mfc disse…
Olha que post tão bonito!!
...e que boa prenda!!

Parabéns a esse sortudo!
pé-de-cereja disse…
Parabéns marido-da-saltapocinhas.
E parabéns à saltapocinhas, é tão bom sentir-se isso. Um casamento antigo e consolidado é isso tal e qual.
aflores disse…
Ainda esta semana eu e a minha mulher, falamos destas cumplicidades que nos mantêm ao fim de (quase) 30 anos de casados, juntos, com um grande sorriso nos lábios.

O teu marido não é um sortudo, é um exemplo a seguir! ;):)

Não o deixes fugir :)))))

Tudo de bom, beijos e abraços para os dois.
gena disse…
Muitos e muitos parabéns ao aniversariante e quanto á esposa?Como dizem no meu País....encontrou a sua alma gémea.Felicidades para os dois

Mensagens populares deste blogue

O vagalume e o sapo

O respeito

Fábula moderna