28 de julho de 2004

Ainda os incêndios

Vinha para escrever sobre um assunto que já tinha alinhavado na minha cabecinha, mas ao chegar aqui deparo-me com comentários ao artigo de ontem que não posso deixar passar em branco e além disso aproveito para abrir a discussão a mais pessoas.
O primeiro a comentar foi o Analfabeto, dizendo que a culpa dos incêndios é de todos nós. Eu respondi-lhe que não me sentia minimamente responsável pelo que se passa...
Depois aparece o Letras ao Acaso a dizer (e passo a citar):

« O Analfabeto tem razão. Os incêndios são culpa de todos nós. Pecamos pelo silêncio, somos cúmplices pela omissão, não exercemos a nossa cidadania para obrigar o des(governo) a tomar medidas concretas. O 1º ministro, ainda ontem disse no debate parlamentar que tínhamos falta de meios. Hoje que três países ofereceram ajuda, diz que fica muito caro. Não ficará mais tudo o que se perde e a miséria humana que daí resulta? O Advogado Sá Fernandes, que parou o túnel do Marquês, vai meter o Estado em Tribunal,exercendo dessa forma a cidadania plena. Nem todos são advogados. Mas todos somos cidadãos. A culpa é de todos.»

Eu, embora concorde com o que o Letras diz, não concordo com a parte do " a culpa é de todos".
Primeiro, porque quando a culpa de qualquer coisa é de todos, acaba por nunca ser de ninguém e depois repito o que já disse atrás: eu não me sinto culpada pelos incêndios.
Esta história da "culpa colectiva" comigo não pega! Talvez seja esse um dos motivos porque neste país a culpa morre sempre solteira: ou não há culpados, ou somos todos! Como não cabemos todos na cadeia, ia ser um sarilho, fica tudo como dantes, quartel general em Abrantes...
----------------------------------
De uma vez por todas seria bom que se apurassem os culpados dos incêndios, das pontes que caem, das obras que custam um balúrdio feitas com o dinheiro de todos nós e passados meses metem água por todos os lados, das estradas que ficam logo esburacadas com meia dúzia de dias de uso... No dia em que os responsáveis forem punidos e tiverem de pagar os seus erros ( e quando digo "pagar" estou a falar em dinheiro, não em tretas morais), vamos ver como as coisas se compõem.
Ai se compõem!!

2 comentários:

SaltaPocinhas disse...

Já imaginou quanto é q teria q pagar a responsáveis q teriam q pagar o q fazem mal? Enviado por mario em julho 29, 2004 12:53 AM

és uma romãntica!achas mesmo que esse dia vai chegar?bem,pensando bem já nem digo nada,depois de conseguires a secretaria de estado em Aveiro eu cá já não ponho a patroa em causa;)já dei um pequeno contributo para a bruxinha!vai lá ver!beijinhos*** Enviado por pekala em julho 29, 2004 12:53 AM

sim podes levar as receitas a vontade mas tens é que me dar o endereço para ir la espreitar, pode ser? fica bem Enviado por patinhas em julho 29, 2004 12:59 AM

@@ MARIO: não era Eu que pagava, nem tu... o culpado pelo acontecido pagava, ou, se fosse uma obra, fazia tudo de novo,sem receber mais um tusto... entendeste?? Ou precisas de um desenho? Enviado por sp em julho 29, 2004 01:06 AM

@@ PEKALA: Eu sei ue sou romantica... mas não é impossível, seria preciso que o governo tivesse uma coisa que não tem!! Enviado por sp em julho 29, 2004 01:08 AM

Concordo contigo! Eu tambem não me sinto culpado pelos incendios porque uso a prevenção! E tal como dizes, tambem para mim a historia da "Culpa colectiva" não pega!! A culpa é unicamente atribuida a dois seres: O que paga (se for caso disso)para atear o fogo e o que risca o fosforo e o deixa cair!! Por outro lado, poderá existir incendios cujo inicio tenha sido deflagrado pela natureza...quanto a isso a culpa não é de ninguem!! Enviado por Armando em julho 29, 2004 05:58 AM

Casa onde não há pão...todos ralham e ninguem tem razão, já dizia a minha avózinha. Porque motivo não há incêndios nas zonas em que estão construidas as vivendas de luxo dos nossos ministros, secretários de estado, industriais ou jogadores de futebol? Se isso um dia acontecer os culpados vão aparecer e de imediato castigados. Estou enganado? Enviado por aflores em julho 29, 2004 09:17 AM

É difícil falar-se de culpados àcerca destas calamidades. Todos sabemos que a origem nalguns casos é propositada, logo criminosa. Noutros, não tanto propositada mas quási; quem é viciado na "xuxa" e anda na estrada, normamlmente comodista, acaba a xuxa e deita fora a beata. Isto é crime na mesma. Nalguns casos, causas naturais estão na origem. Em muitos casos, por arrastamento, as pessoas que habitam os locais visitados pelo fogo, são responsáveis em grande parte, porqê? Tenho visto junto a habitações, a "resmas" de cortiça, etc., os arredores completamente cercados de matéria altamente inflamável, matos, arbustos, etc., que isso sim, transforma as pessoas nos primeiros responsáveis. Já vi algumas pessoas queixarem-se por não aparecerem bombeiros e estarem nessa situação de convite ao fogo. Moral: por vezes, em certos casos, nós somos os responsáveis pelo mal que nos assola. Fiquem bem. Enviado por paraquedista em julho 29, 2004 09:44 AM

Eu cá acho que a única culpa que temos é mesmo a culpa de votarmos em quem votamos ou, pior ainda, de nos abstermos nas eleições. O Letras ao Acaso que me desculpa, mas eu cá não enfio o barrete das culpas de quem é pago para fazer prevenção. Eu não deito fogo às matas, eu reciclo os materias que posso, eu tento ter comportamentos ecológicos, sou contra as experiências em animais e ainda sou membro da Amnistia Internacional. Desculpem lá, mas acho que já faço o que posso para tentar fazer deste um mundo melhor! Enviado por Dulce Dias em julho 29, 2004 10:20 AM

Aparentemente expliquei-me mal. Não afirmei que todos somos culpados de atear incêndios. Afirmei que por omissão e por não pressionar-mos o des(governo) tudo continua igual. Pior. Este ano a área ardida é já superior à do ano passado. Não usar o nosso direito de cidadania - não basta reciclarmos e não atearmos os fogos - é uma forma de sermos culpados. Foi nesta perspectiva que disse que todos somos culpados. Ou não somos? Enviado por LetrasAoAcaso em julho 29, 2004 10:34 AM

@@ ARMANDO: eu nem me estava a referir aos incendiários. Esses são criminosos, todos concordamos. Eu estava a referir-me mais aos governos que todos os anos prometem mundos e fundos para combater os incendios e nem compram um avião... preferem os submarinos! Enviado por sp em julho 29, 2004 11:43 AM

@@ AFLORES: Podes ter a certeza que sim... Mas normalmente os inc~endios são nas zonas agrícolas e eles não moram por lá. Mas podiam obrigar as pessoas a manter as suas matas limpas e a expropriar quem não o fizesse. Mas, tinha de ser o governo a dar o exemplo, pois as matas nacionias também estão ao abandono. Enviado por sp em julho 29, 2004 11:46 AM

@@ PARAQUEDISTA: Tens razão, também já falei nisso, as pessoas são pouco cuidadosas com as suas coisas. Mas nestes incêndios enormes, a temperatura eleva-se de uma tal maneira que ardia tudo nem que estivesse limpinho. Obrigada pela tua visita. Bem vindo! Retribuo assim que puder.. Enviado por sp em julho 29, 2004 11:51 AM

@@ DULCE: É mesmo por aí... mas eu continuo a não me sentir culpada: nunca me abstive em nenhuma eleição,e, tal como tu, faço a minha parte: não poluo, reciclo tudo o que posso, não sou membro de nada mas sou activa na mesma. Na minha profissão lido com crianças pequenas (5 aos 10) e tento também influenciar o comportamento deles nesse aspecto. E acho que é por aí que temos de ir, que esse é o caminho certo. Enviado por sp em julho 29, 2004 11:54 AM

@@ LETRAS: Não te explicaste nada mal, eu percebi perfeitamente onde querias chegar, mas continuo "na minha". Não posso pôr o estado em tribunal, não sou advogada. Tal como expliquei à Dulce eu faço a minha parte dentro das minhas atribuições e possibilidades. Estou convencida de que se cada um de nós fizesse a sua parte as coisas iam melhorar sim senhor! Enviado por sp em julho 29, 2004 11:58 AM

Admiro o Sá Fernandes. Confesso que, de início, pensava que só queria fazer nome. Mas a verdade é que tem conseguido algo neste Portugal cada vez mais queimado por obras que não lembra a ninguém. Quanto aos fogos, acho inacreditável que se deixe à solta presumíveis culpados! A Injustiça continua. Enviado por Betty em julho 29, 2004 12:30 PM

na realidade, nós vivemos numa zona de matos mediterranicos, cuja maior caracteristica é mesmo a de arderem periodicamente. ora, num país em que impera o desleixo, e que ano após ano acontece o mesmo... é a cereja do gelado. beijinhos Enviado por sonia em julho 29, 2004 01:25 PM

Eu acho k nitidamente, grande parte da culpa, é dos governantes... N´so, ao elege-los(bem, pelo menos os partidos, pork de resto não fomos nós) fizemos a nossa parte. Dps, muitos dos incêndios ocorrem porque nas zonas privadas, as pessoas não cuidam daquilo e o Governo n pode obrigar. Aí, essas pessoas são culpadas. Agora todos nós... Que fazer? Meter alguém em tribunal? Com que bases? E que resultados (e quando) é k teria? Não me parece... Beijocaaaaas. Enviado por Tiago em julho 29, 2004 06:15 PM

@@ BETTY: Concordo contigo, haja alguém que faça algo, mas alguém com algum poder, como esse advogado. Enviado por sp em julho 29, 2004 07:06 PM

@@ SONIA: Precisamente por vivermos numa zona propicia a incêndios é que devíamos ter os meios para os combater... Não veem eles da Grécia, outro país mediterrânico? Enviado por sp em julho 29, 2004 07:07 PM

@@ TIAGO: O governo até pode obrigar os donos das matas a fazer alguma coisa, não estão é para se chatear com uma coisa que deve dar um trabalhão e poucos votos! Há quem esteja ainda à espera do D. Sebastião, eu cá acho que fazia mais falta o D. Dinis!! Enviado por sp em julho 29, 2004 07:10 PM

E eu começo a convencer-me que devemos ter andado na mesma escola ! :-)´Tens toda a razão ! Todos nós podemos fazer alguma coisa e passarmos essa mensagem, mas chiça ! será que nunca aparece uma cara a quem chamarmos "culpado" ??? . Ah ! e gosto de gente de garra ! :-) Beijo Enviado por inconformada em julho 29, 2004 07:30 PM

Ah Bom!! Se te referes aos governantes...tenho a dizer que realmente de ano para ano, a devastação, o prejuizo e as vidas ceifadas pelos fogos em Portugal, já deveria servir como prova de que o investimento em materiais e equipamentos contra fogos deveria estar nos primeiros lugares da lista de prioridades do governo, mas....parece que estas, ainda não são razões suficientes para o governo investir neste campo!! E assim se vai construindo este Portugal!! Enviado por Armando em julho 29, 2004 08:25 PM

não necessito de desenho nenhum. Mas tem no mínimo ideia do custo? E se não soube cuidar vai ter q saber fazer? Só mesmo em contos de fadas ou em fábulas! Enviado por mario em julho 29, 2004 10:57 PM

Tenho que te dar razão!!! Enviado por atelmalves em julho 29, 2004 11:03 PM

@@ MARIO: Tu ainda não compreendeste. Eu estou a referir-me a obrigarem a pagar quem fez o mal com dinheiro do seu próprio bolso, entendes? Não me estava a referir aos incêndios mas a todas as obras mal feitas. Aqui na minha terra fizeram um Centro Cultural que ao fim de pouco tempo metia água, estragaram-se coisas lá dentro, a tinta das paredes caiu... Será tão difícil ir atrás do empreiteiro que o fez e obrigá-lo a refazer tudo e COM O DINHEIRO dele?? Enviado por sp em julho 29, 2004 11:51 PM

@@ INCONFORMADA: Idem aspas a tudo que disseste! Enviado por sp em julho 29, 2004 11:52 PM

@@ ATELMALVES: Ufff! obrigada! Enviado por sp em julho 29, 2004 11:58 PM

Sabia que este "post" iria merecer muitos comentários.Esperei. E deixo também o meu comentário.Como republicano e democrata digo que este nosso torrão à beira-mar plantado, merece uma 4.ª República.Quando? Não sei. Enviado por af em julho 30, 2004 01:12 AM

@@ AF: Que alívio... estava à espera duma "descasca"!!! Enviado por sp em julho 30, 2004 01:17 AM

Anónimo disse...

Cool guestbook, interesting information... Keep it UP
» » »