4 de agosto de 2005

Quinta-feira de cinzas

A meio da tarde o Sol desapareceu atrás duma nuvem de fumo, apesar de se manter um calor sufocante.
De repente ficou quase noite.
As cinzas caíam em todo o lado, incluindo dentro de casa através das frestas das janelas...
Aviões a passar, sirenes de ambulâncias, a sirene dos bombeiros...
E no entanto não havia fogos por aqui perto.
Se aqui era assim, imagino como seria para os que estavam próximos!

Por sua vez, os jornalistas em lugar de se limitarem às imagens, só por si completamente chocantes, continuam a perseguir pessoas em pânico e a tentar uma entrevista... Deplorável!
Depois vêm dizer que os ingleses sim senhor, portam-se muito bem em situações extremas...
Será que são os ingleses? Ou serão os jornalistas ingleses que, ao contrário dos portugueses respeitam a dor e a intimidade das pessoas?
Haverá alguém no mundo que fique impávido e sereno ao ver todos os bens que conseguiu juntar ao longo de uma vida inteira serem consumidos pelo fogo? Seja português, inglês, chinês, marroquino...?

Até quando irá continuar o país a arder, os culpados impunes, e esta revolta que sinto de não poder fazer nada?

12 comentários:

Mocho Falante disse...

Gasta-se milhões todos os anos e dizem eles que é para projectos de prevenção e intervenção...MENTIROSOS!!!

É uma vergonha

Joana Darc disse...

Tudo por um "furo" de repor5tagem. E se o entrevistado chorar, maior audiência.
Gostei da visita, volte sempre.Apesar de que nem sempre atualizo, mas tem muitas fotos por lá.
Bjs.

Carla disse...

E o teu título diz tudo... infelizmente. Cheira a queimado no país inteiro :(

PARTILHAS disse...

Olá Bom Dia!
Eu sinto uma revolta imensa, brutal, gigantesca... por não termos dinheiro para nada e termos milhares de preços em condições sub-humanas presos, engaiolados, enjaulados, como se de animais se tratassem a consumir droga à grande e a manter tudo quanto é ilegal e imoral... e não os põem nas matas a limpá-las...

Os meus avós pagavam ao dono do pinhal da aldeia, para recolher a caruma... tudo era cozinhado a lenha, a água do banho aquecida a lenha... a comida do porco cozida no fogão de lenha... Não havia matas sujas... tudo era reaproveitado... reconsumido... reciclado...

Quem vive junto ao arvoredo, sabe os riscos que corre... As matas deviam estar identificadas e as juntas de freguesia (descentralização), deveriam multar, punir, chamar a atenção/reponsabilizar as pessoas, pelas suas próprias propriedades...

Se eu tiver no meu quintal, um depósito de gaz, tenho uma quantidade de regras a cumprir...

65 são as pessoas detidas só este ano... mas ficamos por aí... sem saber, quantos são reincidentes, que penas cumprem, que tratamento lhes é dado... Por acaso ainda não morreu ninguém... porque só interessam cabeças humanas na contagem... as de gado e os pés de culturas perdidas... e os troncos queimados, não são suficientemente importantes, para que as pessoas se revoltem... mas se revoltem a sério, se zanguem, façam propostas/sugestões, abaixos assinados, queixas crime, contra os poderes locais que permitem a continuidade de tudo isto...

Fecha uma fábrica, deixa 400 trabalhadores sem sustento... vêm todos em marcha para a porta da assembleia...

Arde tudo ficam familias e familias sem sustento... sem sindicatos familiares... ninguém se faz ouvir...

Ai querida desculpa desabafar aqui... mas estou virada com esta passividade instalada do lamento... sem se fazer nada! Nem sequer um murro bem dado na cara do jornalista... que nem sabe o que é dar noticias imparciais...

PARTILHAS disse...

falo dos presos e não dos preços... desculpa...

aflores disse...

O ano passado foi assim, no outro ano também e para o ano a história vai ser a mesma, "copy....paste". Entretanto, os contratos com as empresas dos "hélis" continuam...os incendiários (em vez de os internar ou prender nestas alturas)andam à solta...e o Povo( e o País)sofre e fica cada vez mais pobre.

O Micróbio disse...

I'm back... e o país não mudou!

José Gomes disse...

Saltapocinhas...
Para quando o teu email?
Dá um salto ao Chuviscos, quando puderes...
Incêndios, fumo, revolta, dor, jornalistas...
Eu estou-me a passar de vez!
Não acredito que a maior parte dos incêndios sejam de cariz criminoso.
A atmosfera da Terra está a mudar a grande velocidade e não vejo ninguém internacionalmente preocupado...
Aqui neste cantinho brincamos aos planos de prevenção durante o ano para quando chegar à altura continuar pior que o ano anterior.
Não seria mais económico tratar das matas, florestas e afins "ontem"?
Temos militares ao alto, presos a descansar, pessoal desempregado, pessoas a coçar as esquinas... Porque não aplicar este potencial a limpar as matas, as lixeiras, a abrir estradas florestais...
O dinheiro gasto em meios aéreos e os prejuizos causados pelas chamas, não seriam atenuados se exercessemos uma acção de vigilância e manutenção 365 dias no ano?
Ou há qualquer coisa errada com a Mãe-Terra ou qualquer coisa me foge...
E os animais, as plantas, as árvores, os insectos, os pássaros, etc que são dizimados nesta hecatombe? Ninguém fala neles?
Um abraço e bom fim de semana.

Varela de Freitas disse...

È um país a cheirar a queimado, de facto.Aqui em Braga também há fumo mas sobretudo o odor típico das árvores queimadas. Eu sei que não consola nada, mas devo dizer que embora mais ricos, com meios fabulosos de combate, com sistemas de prevenção sofisticados, os americanos têm também fogos de uma violência extrema. Mas Portugal tem sido, nos últimos anos, muito castigado e como toda a gente preocupo-me, claro. Quanto às intervenções na TV, que dizer senão que tens razão, que a nossa comunicação social é péssima?
Bom fim de semana!

Arte por um Canudo 2 disse...

É assim por todo o país Saltapocinhas! Tudo a arder, que até parece que os interesses são muito maiores para que arda do que acabar com os incêndios.Já imaginaste os milhões que se movimentam com os incêndios?Será que vale a pena acabar com eles? São as dúvidas que vamos sempre ter!Uma coisa é certa é preciso denunciar estas situações e dizer à nossa classe politica e a outros sem escrúpulos que está na hora de acabar com esta vergonha.Um abraço e bom fim de semana.

Fernando B. disse...


Subscrevo o teu texto integralmente.

Obrigado pela visita ao Fraternidade.

Fraternos Beijos,

≈©≈Ňąd¡®≈©≈ disse...

Realmente chocante pelas imagens que tenho visto na televisão, e mais chocante ainda é quem detem o poder simplesmente limitar-se a não fazer nada e a criticar aquels que ainda fazem alguma coisa para combater os fogos...
Bombeiros que passam horas a trabalhar, sem dormir, e muitas vezes a correr sérios riscos de vida, isto para não falar daqueles que perdem em segundos uma vida de trabalho...
Será que ninguém pode fazer nada???? e quem de direito???? vai continuar cego e mudo e inactivo perante este cenário????, a cada imagem que assisto cresce a revolta!!!!, o país...os portuguêses... enfim... é urgente que se faça algo!!!!! para ajudar o país para ajudar os portugueses é URGENTE!!!!