18 de janeiro de 2007

O papel da escola. Papel? Qual papel??

(clicar para ler.
Recebido por mail, desconheço o(a) autor(a) de tão interessante prosa!)
Não sei o nível etário a quem foi feita tão inteligente pergunta, mas, a julgar pela caligrafia, parece-me gente muito novinha...
Por isso, não sei quem é mais ignorante: se quem formulou a pergunta se quem deu a resposta.
Quem deu a resposta pelo menos revelou que, embora não sabendo escrever, sabe dar a volta ao texto!!

14 comentários:

Hindy disse...

Lol

Beijinhos :o)

Emiéle disse...

Magnífico!
Ela sabe escrever! Há por ali pormenores como a ortografia e caligrafia, mas são «grafias» não toca no essencial que é aquilo que se quer transmitir ao escrever.
Se o humor foi inconsciente, já não sei, mas que resulta espectacular isso nem se discute!

Paula disse...

Perfeito. Uma resposta bem adequada à pergunta. Quem respondeu desempenhou bem o seu papel.

Anónimo disse...

Eh eh eh

Anónimo disse...

Abençoados professores que enducan uma criatura deztas!!!

Anónimo disse...

Olá, creio que tens razão quanto à dúvida para que lado pende a ignorância. Mas também acho que a divulgação do texto por mail só pode ter sido feita pelo(a) professor(a), não é? E, a ser isto verdade, também não é abonatório de quem o fez, não achas?
Aproveito para 'responder' aos comentários que colocaste lá no 'tretas' (e apenas agora visto que sou um bocado preguiçoso, isto é da idade, eheheh): quanto ao vício da blogosfera, tens razão, já estou mesmo 'drogado', mas... gosto!; quanto à TLEBS, também não é um estudo, olha, deu-me para pesquisar e serviu para formar a minha posição; no que respeita aos presépios, são todos cá de casa, no total de nove, e foram todos publicados no 'tretas'.
Bjs

aflores disse...

Respostas destas, ou melhor, deste tipo, também se encontram em provas do 12º ano e Superior. Eu já vi cada uma...só visto.

José Alberto Mostardinha disse...

Olá Salta Pocinhas:

Para ser franco acho a cultura um bem sério demais para ser levado a "brincar"... que é o que Portugal tem feito melhor nos últimos 30 anos.
Os resultados estão á vista, as pessoas não sabem escrever português, têm uma caligrafia horrorosa e, genericamente, são inaptos para transmitir uma ideia, qualquer que ela seja.
Para cúmulo não sabem a tabuada nem sequer fazer contas.
Este é o panorama da maior parte dos alunos que chega ao 9.º ano e, por vezes, até em anos subsequentes.

Qual o papel da escola?

Bem eu diria, qual o papel dos professores verdadeiros responsáveis por este desastre educativo destes últimos anos.
De todos eles? Não, com certeza, mas de grande parte.

Finalmente parecem haver mudanças que, espero, premeiem a competência. A ver vamos.

Os meus votos de que passe um óptimo fim de semana.

Um abraço,

Anónimo disse...

O papel da minha escola é de boa qualidade... mas gasta-se muito!!

:D

Bom fim de semana

Anna Lee* disse...

Em sendo o perguntado uma criança em idade de alfabetização, cabe avaliar o professor que emprega numa pergunta termos como: "texto bem estruturado e linguisticamente cuidado". O conteúdo da resposta foi bárbaro, já a pergunta denota a frustração do professor que sonha em dar aulas à níveis superiores (universidade) e encontra-se esquecido numa escola de aldeia tentando transformar os pirralhos em doUtores.

Anónimo disse...

E assim vai a L.Portuguesa.
Tanto pode ser de um aluno do lºCiclo como pode ser de um aluno do Secundário. :(:(:(
Gostei do blog e vou adiciona-lo ao meu.
Bom fim de semana

Anónimo disse...

Peca pela omissão da importância do papel higiénico.

afigaro disse...

Satisfeito! Ainda há professores atentos. A minha "artimanha" consistiu em enviar o e-mail para alguns professores e outros agentes da cultura. A Salta-Pocinhas teve a coragem de lhe dar imagem, entre muitos. Boa! Haja corresponsabilização no ensino. Ninguém pode lavar as mãos!..

Dulce Dias disse...

Vivam as crianças e o papel que têm na sociedade.

ah ah ah