21 de abril de 2007

Rua assassina...

... é a minha rua.
Estreita, sem luz e sem passeios.
Também não há luz nos cruzamentos, nem na ponte, nem sequer na ponte pedonal...
A minha casa fica no único bocadinho de recta que nela existe, o que faz com se passe aqui a grande velocidade.
As principais vítimas desta rua são os gatos.
Eu já perdi a conta aos gatos que, ainda pequenos, morreram aqui.
Hoje foi a Pandora...

11 comentários:

nena disse...

:-(

Ines disse...

De repente dei comigo a contarolar: "era uma casa muito engraçada, não tinha tecto, não tinha nada..."
Eh eh he

bell disse...

Isso é terrível! Tenho muita pena.

aflores disse...

Vives no terceiro mundo? :(:(

Nas próximas eleições autárquicas já sabes o que fazer.

José António disse...

Antes de começar a ler vi a foto e estava longe de tal acontecimento. Lamento que tal tenha acontecido. Os gatos precisam na verdade de rua, de espaço... Embora a rua não tenha as devidas condições, como relatas, o facto é que esses condutores é que deveriam conduzir de acordo com a rua que têm... Mas eu sei que aí há, infelizmente, a pancada dos aceleras. É duplamente triste.

José Alberto Mostardinha disse...

Olá Guida:

Agora já sabes, já devias saber, que essa zona não tem condições para teres gatos.
Porque isso também é preciso ser pensado antes.
Não se tem um animal de estimação simplesmente porque sim.
Entretanto...

O dia 25 de Abril aproxima-se.
Nele será comemorado uma data que permitiu ao povo português libertar-se dum regime totalitário, desprezível e anquilosado.
Foi posto termino a uma guerra colonial injusta e traumatizante.
É opinião unanime de que o país progrediu a olhos vistos.
É preciso fazer mais?
Certamente.
Mas fazê-lo em liberdade tem muito mais sabor.

Viva o 25 de ABRIL.

Um beijo,

SaltaPocinhas disse...

Olá Mostardinha!
Devo dizer-te que há muito tinha decidido não ter mais gatos...
Acontece que estes apareceram cá e eu não ia deixá-los morrer à fome!
Nem fechá-los em casa porque os gatos são animais livres.
Podem ter tido uma vida curta, mas de certeza que foi feliz e é a isso que eu me apego!

Em relação ao 25 de Aril estamos de acordo ;)

AFlores: Pela minha descrição até parece 3.º mundo, mas felizmente não é!
Alguns condutores que por aqui passam é que são pré históricos!
E já tivemos autarcas de todas as cores, menos do PC. E eu até votei neles, mas não ganharam!

Miss Alcor disse...

Que pena! Detesto quando essas coisas acontecem... Fiquei triste agora... só me lembro que na minha rua eles também passam a assapar e que um dia...

PN disse...

Este artigo acabou por me escapar... Lamento muito a perda da Pandora. Também já perdi um gato que morreu atropelado mesmo à frente da nossa casa e desconfiamos que um outro que tem estado desaparecido tenha tido o mesmo fim. Também a minha rua é estreita, torta e escura e, às vezes há quem pense que isto é uma auto-estrada.
No caso do meu Pantufa, ele resolveu ser maroto e fugir do meu pai. A pessoa que o atropelou não teve culpa.

Polarito disse...

É das coisas que mais me assusta! Ver um gatinho abandonado perto de uma estrada...

Zana disse...

Isso é tão triste. Morro de pena dos bichinhos. No ano passado, minha gata de 8 anos foi atropelada e morreu.
Foi uma falta de sorte, saiu na hora errada, chovia.... como doí. Vc está certa, o que importa é que foram felizes enquanto viveram e não passaram fome!

bjs e um afago no coração.