30 de abril de 2007

Eduardo Sá(betudo)

Não sei se gosto ou não de Eduardo Sá, o mais mediático dos psicólogos.
O homem tem tempo para acumular uma data de empregos: é psicólogo, psicanalista, professor (em Coimbra e em Lisboa!), é cronista, faz programas de televisão, é escritor...
Ah, e nas horas vagas ainda participa em debates sobre educação!!

O programa que ele faz na SIC, "livro de reclamações" seria interessante se não fossem apenas entrevistadas uma classe de crianças que até são a minoria...
E também ajudaria se ele não falasse com aquele tom de voz "sou tããããããão bonzinho".

As suas crónicas na Notícias Magazine às vezes são boas, às vezes são más e às vezes não sei se são boas ou más porque não as compreendo.

Num destes domingos ele escrevia sobre aquela bebé de Penafiel que foi raptada na maternidade.
Dizia ele que a criança, depois de tudo o que se passou, devia ser dada para adopção.
E porquê?
Porque os pais têm o azar de ser pobres...

14 comentários:

Enfim... disse...

desdobra-se em profisso~es o senhor ehehehe

Bjokas

Bom feriado

Esyath disse...

Convenhamos meu caro, que nem sempre os mais célebres, e famosos, são os mais sábios e inteligentes. Negar a uma criança o direito de ser criada por sua família, e a uma mãe, de amar seu filho por toda a vida é falta de consciência e sensibilidade.
Antes seria mais inteligente e sábio, que ele houvesse ficado calado!

Bjs (Des)conexos!;)

SaltaPocinhas disse...

Obrigada enfim e obrigada esyath pela visita!
Sejam bem vindos!
Só uma pequena correcção, esyath, não é "caro" é "cara" :))

Didas disse...

Os pais não são só pobres. São broncos até dizer chega. Pobre criança.

SaltaPocinhas disse...

pois são Didas... lá isso são!
Mas não conheces ricos igualmente broncos??

Formiguinha disse...

Independentemente de gostar ou não do psicólogo (tb não sei se gosto...), por acaso até concordo com ele nesse aspecto.


Se 2 ou 3 dos outros filhos foram retirados porque a família não tinha condições porque é que esta criança há-de viver com eles se - pelos vistos - as condições não vão melhorar assim tanto? Porque foi raptada tem necessariamente de viver com uma família sem meios? Não há filhos de primeira e outros de segunda!!!!!

Se esta pode ser integrada (afinal para esta parece haver condições) porque é que os outros filhos não regressam à família?

Nota: não ponho minimamente em causa o amor da família pelos filhos - neste caso não há maus tratos envolvidos no processo de retirada dos filhos à família!


Bjs***

SaltaPocinhas disse...

pões muitos problemas aos quais não sei responder!
Não acho que se devam tirar os filhos aos pais só porque são pobres... Conheço pessoas que vieram de meios muito pobres (quando eu era miúda havia pobres verdadeiramente pobres!) e que são hoje pessoas felizes e bem instaladas na vida.
Também não sei por que motivo retiraram as filhas à família...

aflores disse...

Detesto modas, e "aquele senhor" está na moda.
Quanto à crinça que se fala no teu artigo, posso dizer que aquilo é (como se costuma dizer por estas bandas) uma miséria franciscana. Neste País já se fala em aborto, salas de "xuto"...porque não, proibir famílias como aquela, de ter filhos? É que não demora muito ela está outra vez grávida.

Emiele disse...

Quanto ao psi, é evidente que tens razão, quando se tocam demasiados instrumentos com certeza que alguma coisa fica mal. Para ser franca é o tom com que ele fala, aquele 'açucarado' todo que me enerva. (tal como no vídeo de cima)
Agora a história da miúda, é realmente complicado. Evidentemente que o óbvio deveria dar abonos aquela família de modo a poder criar os filhos que teve e talvez aconselhá-la a ficar por ali... O absurdo da nossa política de família é que se vai pagar a «famílias de acolhimento» porque os pais não têm o suficiente para criar os filhos; porque não pagar essa quantia aos pais?... Fica sempre caro ter uma criança numa instituição ou numa família de acolhimento, mas não passa pela cabeça dar esse dinheiro para os pais ficarem com os filhos em casa.

SaltaPocinhas disse...

Olá Emiéle!
Vi primeiro o "fenomenal" no post seguinte e vim logo a correr aqui porque não te perdoava que passasses por cá e não comentasses este!!
Pois é, este psi deve causar diabetes em todos os clientes...
Mas tal como diz o Flores, ele aparece em todo o lado porque está na moda, vá lá saber-se porquê! Eu até sei: assim vendeos seus livros como pãezinhos quentes! Eu cá leio as crónicas dele ao domingo na NM e chega-me!!
O caso da menina é mesmo complicado. Essas famílias deviam ser ajudadas mas a primeira ajuda talvez devesse ser uma laqueação de trompas.
O que me irritou mais no artigo dele, foi ele dar a entender que as crianças pobres são necessáriamente infelizes o que não é de todo verdade!

Didas disse...

Conheço. E coitados dos putos deles também.

josé palmeiro disse...

Costuma dizer-se que: "Mestre de tudo, oficial de nada!". Enfim, modas cmo diz o A. flores.
De resto, essa coisa de ser pobre, é um tormento, pois segundo alguns, é sinónimo de, não ter direitos, só deveres.

Sónia disse...

Sinceramente, parece desdém falar de alguém que faz muita coisa e é tão bem sucedido!
Conheço um sem número de alunos dele que nutrem por ele uma enorme admiração!
Conheço uma paciente dele muito satisfeita pelo acompanhamento que este faz!
Neste país de gente incompetente alegra-me saber que existe alguém que toque muitos instrumentos e bem!
Pode discordar-se dele! É até salutar este debate...mas ataques pessoais a despropósito e sem conhecimento de causa parece-me irresponsável!
E quanto ao caso da miúda de Penafiel...alguém se deu ao trabalho de perceber o que ali se passa??
A miúda foi recuperada e está na casa da vizinha até a mãe ter condições para a ter em casa???
Não é certo fazer a relação "ser pobre sinónimo de ser mau pai",claro que não é!
Mas este caso específico é revoltante!
Casas sem as menores condições de higiene,pais a terem filhos e a cria-los como quem cria animais!
E se lhes foram retirados 2 filhos já e são uma família vigiada isso só reflecte que seria melhor ponderar a entrega da criança!
Eu sou mãe e custar-me-ia muito se me raptassem o meu filho como é óbvio!
Mas também quando tive o meu filho ponderei muito se teria as condições ideais para o criar! Um filho é uma responsabilidade imensa!
Triste não é ser-se pobre...é ser-se pobre de espírito! Triste não é não se ter formação académica...é ser-se limitado! É isso que neste país me enfurece até às vísceras!
Bem hajam "Eduardos Sás" e todos aqueles que não se importam de ser inconvenientes!

lijiale disse...

The story is about a very small (wow gold)because the (wow gold)reasons for the (wow gold) expulsion Chushi doors have been forced to(wow power leveling) living on the United Kingdom, (wow power leveling)in abroad alone the people(wow power leveling) struggling for survival. A naturally do not (wow power leveling) agree with the ethical person. A war many of the cracks in the middle of the(wow gold) pursuit of hard power of (World of Warcraft gold) extreme people. A look at(wow power leveling) the friendship will be more important than the lives of people. The best of life, the best of the best stories or Long Road. Like Xiuzhen's friends must-see (Rolex)category.