18 de junho de 2007

Livros? Que é isso??

Os meus queridos "amigos" Bell e Luís desafiaram-me a falar dos últimos cinco livros que li.
Cinco? Estão a brincar, não estão?

Ou então querem-me fazer passar por uma grande vergonha ao ter de confessar publicamente que ultimamente tenho lido tão pouco, mas tão pouco que para responder a esta pergunta vou ter de ir fazer uma prospecção pelas minhas estantes!

Já lá vai o tempo eu que eu lia todos os dias, às vezes um livro por dia, ou quase!
Agora não tenho tempo e nem sei bem porquê!
Leio muito, mas não livros.
Leio blogues, (ai os blogues, a culpa é dos blogues!!) revistas, jornais... mas livros não.
Adoro ler na cama antes de dormir, mas isso era dantes.
Agora começo o trabalho logo de manhã, e quando à noite chego à caminha é logo para dormir!

Também não posso ler naquelas situações típicas como durante o percurso para o trabalho, porque vou a conduzir e posso distrair-me (da leitura, é claro!)
No consultório médico não leio porque não vou ao médico...
Na cabeleireira também não leio porque, além de lá ir raramente, tenho uma cabeleireira que nem aquelas tipas do jet 7 que pagam fortunas (ou ficam a dever?) têm: faço a marcação para o dia que quero e espero que ela me telefone "venha agora que não está ninguém"

Já voltei (entretanto passou meia hora)!
Na mesa de cabeceira, apesar dos pesares, tenho dois estacionados: (contam?)





Os que li, bom, deu uma trabalheira descobri-los, mas devem ter sido estes, mais coisa menos coisa:











Ufa!
Só depois de ter publicado é que me lembrei da parte melhor: passar a batata quente a outros.
E as nomeações vão paaaaaara:
A Rosarinho (esta deve ser pior que eu, só deve ler a Maria!)
A Pékala (para ficar a saber das novidades que ela lê muito!)
O Santos Passos (porque é um querido e nunca fica chateado!)
O Aflores (pelo mesmo motivo!)
A Gotinha (amor com amor se paga, capicce?)

19 comentários:

Eskisito disse...

Estás a ver como não custou nada. E as escolhas nem sequer são muito más...brincadeirinha.
Já li o Sepúlveda e o Gabriel assustou-me com o Amor em tempos de cólera.
O resto, não conheço.

Rosarinho disse...

Estou odendida! Muito ofendida! A gente logo fala!
Maria!... Bah... nem o rabo limpo com a Maria!

luis manuel disse...

Pois é... os blogues. Eu nem tenho sido assíduo. No que diz respeito ás revistas há duas ou três que vão saindo das prateleiras... sim, porque também elas lá se mantêm, não são só os livros! Estacionamento em, 2ª, 3ª ou até 4ª fila.
Se as leituras não são aproveitadas no caminho para o trabalho (não há transportes públicos - viatura própria) hum...! é como o outro. No consultório médico, também não !? Aqui sim, é bom sinal ! No cabeleireiro... pois, se calhar só mesmo por vício, ou por querer passar despercebida é que se lê.
Quanto ao resto... á leitura... são os que te dão gosto. Nenhum que eu tivesse oportunidade de ler, ou adquirir. Porque muitos têm sido aqueles que vão directos da compra, para a estante.

Beijinhos
Um abraço para casa

Setora disse...

Embora também ande com dificuldades nas leituras, li agora um acabado de sair "Amor de pai" que dá bons ensinamentos para quem lida com crianças de famílias em processo de desestruturação.
Trata do "síndroma da alienação parental" a que, por desconhecimento, podemos dar involuntária cobertura.
Há sínteses em alguns blogues de juristas - corporacoes.blogspot.com
forumfamiliae.blogspot.com
Li e aprendi.

Setora disse...

Valha-me santo Alzheimer, esqueci-me de indicar as datas dos posts.

No corporacoes 5/6
No forumfamiliae 1/6

Boas leituras.

Delfim Peixoto disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Delfim Peixoto disse...

Óptimas escolhas, qual delas a melhor...
Voltei, novamente, com um bocadinho de mais tempo ( espero)

Emiele disse...

Como já disse, desta vez poupei-te, que já te massacrei com outras cadeias destas...
Como tenho dito, isro tem a sua piada porque é quase um teste de personalidade, eheheheh!!! De um modo geral as escplhas que tenho lido correspondem à imagem que eu faço das pessoas - pelo que escrevem, é claro!
A dita filha do capitão, estou a guardar para as férias. Acho que deve ser livro de férias. Dos que referes, não li o Rosa Brava. Recomendas, é? Os outros são excelentes livros. O Diabo tenho-o oferecido a tantos jovenzinhos que devia ter comissão da editora....

Emiele disse...

Desculpem, as gralhas são mais que muitas, mas a pressa também o é! E consegue ler-se não é?...

SaltaPocinhas disse...

Olá Eskisito!
Eu assustei-me com os "cem anos". Não gostei por aí além e quse que o lia em tempo real, de tanto que demorei a lê-lo! E como demorei tento tive de o recomeçar várias vezes!
O Sepúlveda adoro e este que referi é o que costumo ler aos meus alunos.

Olá Ó Rosarinho, então, não fiques ofendida! Realmente a maria não deve dar jeito nenhum para limpar o rabo!

Olá Luís! Bons olhos te vejam que andaste desaparecido.
Tal como tu, também tenho mais livros na estante do que aqueles que consigo ler. Lia muito mais quando não havia dinheiro para livros, embora isso pareça estranho!

Olá Setora, tomei nota e vou procurar esse livro.

Olá Delfim: parece que este mal da falta de tempo para ler, é geral.
Bem vindo!

Olá Emiele,recomendo mesmo a Rosa Brava, é muito bom.
O Diabo dos números é o único livro da lista que não é meu, é emprestado. Está esgotado na editora e agora descobri que a responsável és tu! Não se faz!!

aflores disse...

xiiiiiiiiiiiiii :o) em época de exames, vésperas do mais velho "partir" para estágio, a poucos dias de eu ir de férias....e passas esta batata quente? "Num abia nexexidade caragu";)
Ok eu prometo responder...não sei quando, mas vou responder.

Beijos literários :) :)

pekala disse...

Já respondi ao desafio e por acaso ia perguntar-te onde conseguiste arranjar o Diabo dos Números mas já percebi o que aconteceu:)

pita-cega disse...

Pois… eu tenho uma opinião parecida (a respeito dos blogues roubarem tempo à leitura e acerca do "Cem Anos de Solidão"). De Luís Sepúlveda gostei e acho que ia gostar da Filha do Capitão. Da mulher é que não e da sogra ainda menos. Estão velhas demais para o meu gosto (Eh! Eh! Eh!). E estes desafios são... uma chatice.

SaltaPocinhas disse...

Já estamos conversados, não é AFlores?

Obrigada Pékala, no meio da azáfama que é tratar dum bebé, ainda tens pachorra para estas coisas!

Pita, ainda bem que alguém concorda comigo! a maior parte das pessoas acha-o o máximo!
Ai os desafios são uma chatice? então já sei a que porta vou bater da próxima vez que m cravarem!!

Emiele disse...

Olhem que, se não estou enganada, acho que já vi o Diabo dos Números reeditado e até numa edição de bolso, mais maneirinha e mais barata. Hoje preciso de ir à Fnac e vou confirmar. Se fôr como penso digo-te aqui logo à noite.

Emiele disse...

Já agora compro o Rosa Brava para as férias.
Adoro comprar livros para as férias...

Snowgaze disse...

dei "O diabo dos números" ao meu miúdo e ele adorou. :)
Mas eu mesma já quase só leio livros quando estou de férias, e aí é quase um livro por dia. :)

PN disse...

Entendo-te perfeitamente. Por acaso eu até leio livros, mas são livros para trabalho. Alguns até me dão gosto ler, ou melhor, reler. O problema é que depois roubam tempo para ler os outros... Curiosamente, hoje até me deu para começar a fazer o inventário da minha biblioteca. É que, apesar de agora ler muito pouco, a biblioteca tem crescido bastante...

Gotinha disse...

Finalmente consegui fazer!!!
:-)