8 de outubro de 2009

É preciso ter azar!

Ao fim de quase 25 anos a viver na mesma rua às escuras, eis que finalmente, na semana passada, vieram colocar os candeeiros!!
(ser perto das eleições é outra coincidência...)

E não é que a lâmpada do candeeiro que está mesmo à minha porta só funcionou um dia? (ou melhor, uma noite)

Agora está apagadíssima.
Já avisámos a EDP e prometeram reparar, mas não disseram quando.

Buáááá!

10 comentários:

ameixa seca disse...

Há cada coisa :)

Emiele disse...

Na EDP não há eleições...
:)

maria mar disse...

Se não for antes do dia 11...népia. Fica por aí uma temporada assim. LOL

Angel disse...

Se calhar emanas tanta energia q dás cabo das luzes, hehe :)

Didas disse...

Deixa lá! Assim é mais romântico!

Abóbora Amarelinha disse...

Então! agora esperas pelas próximas eleições!
Bom fim de semana

tulipa disse...

HOJE faço uma homenagem à minha sobrinha Tânia do Bookcrossing, falecida em Março passado:

Minha querida, um “grande amigo” recente, também da blogosfera, mas já real, em Abril passado, já depois da tua partida para sempre da minha vida, fez o percurso “Caminhos de Santiago” ( conheceu-te através de mim, do meu sofrimento, da partilha de emoções) e, juntamente com os seus companheiros de caminhada rezaram por ti e fizeram uma oferta pela tua alma, deixando no local um símbolo e umas florzinhas do campo.
LINDO, não é?
Aqui estão duas imagens desse “momento”.
Faço-te homenagem nos meus dois blogues, neste "teu dia".

mfc disse...

Eles terão atarrachado a lâmpada de acordo com o livro de instruções?!

Tina disse...

Será que vais estar 4 anos sem luz de novo? Até às próximas eleições...quiça!
Mas que raio de "PAÍS" este!
Ou que raio de pessoas nos governam!
Só olham para o umbigo deles!
Espero que, entretanto, já tenham reparado o candeeiro!
Beijos

entremares disse...

Por acaso, é engraçado mencionares isso.

Na minha rua, tenho um candeeeiro bem perto da janela, com aquelas luzes amarelas/laranjas que agora tanto se usam na iluminação pública. O pior é que por uma avaria qualquer, é rara a noite que ele não pisca-pisca de uma forma que ... enfim, imaginas, não é? O quarto ora fica todo às escuras, ora parece que é dia...

Ando a ver se me lembro onde guardei aquela fisga...

Beijos.
Rolando