13 de outubro de 2009

Juro que não entendo!

Todos os brasileiros artistas de novelas que vêm a Portugal, dizem maravilhas de cá: do sol, da comida, das pessoas, da "civilização", do calorzinho gostoso ou do friozinho gostoso, conforme a época...
Todos se esfalfam para apresentar ascendentes portugueses na sua linhagem, já que isso é motivo de orgulho.

Entretanto os portugueses criticam quem assim procede: que são uns lambe botas, que dizem aquilo só para agradar, que o que adoram cá são os € que levam para o Brasil.

Agora, que apareceu uma artista de novelas a dizer ISTO do nosso país, cai o Carmo e a Trindade, quase sugerem que se linche a rapariga, se ela tiver o desplante de cá voltar.

Juro que não entendo esta gente: afinal querem que digam bem ou querem que digam mal?
(e não, não me sinto nada ofendida...)

9 comentários:

mlu disse...

Eu também não me ofendo,juro!
E a moça até já pediu desculpas!...
Grande tonta!

Emiele disse...

Que barulho por uma coisa destas.
Aliás aqui pelos blogs a incongruência é grande, como se viu por exemplo no 31 da armada que tinha insinuado que os brasileiros era um bando de ladrões, a foi aos arames com a graçola da actriz, que já leva com uma petição e tudo.
Mas que parvoíce!

Boop disse...

Eu irritei-me!!!!
Até porque ela disse tudo ao contrário! Foi burra, ignorante (o que infelizmente a mim já me irrita só por si - o que sei que é um defeito meu). Mas mais do que isso foi desagradável, e tratou as pessoas como estúpidas - não só os portugueses a que se refere directamente no video mas a todos.

E eu já ouvi testemunhos em primeira mão de Brasileiros que veem para Portugal com a imagem do fado, das ruas de alfama, de gentes tristes e rudes, e que se encantam com a luz da cidade, com as colinas, com as pessoas, a comida.... e que se sentem bem por cá!

Esteriótipos...

Shakti disse...

Demasiada importância...

bj

Rosa dos Ventos disse...

Eu também me irritei não só pelo que disse mas sobretudo da maneira como o disse, dos trejeitos do olhar, do sorriso escarninho, da grotesca imitação junto do leão a verter água pela boca.
Ela não estava a fazer humor, ela estava a apoucar um povo!
Tudo de muito mau gosto numa mulher que tem aquele jeito doce de falar e um luminoso olhar azul.
Contudo acho muito pior as declara ções insultuosas sobre os portugueses do continente,em directo, de Alberto João que até é português e que todos nós sustentamos há anos com os nossos impostos!

Abraço

mfc disse...

Borrifei-me completamente p+ara o assunto!
Quero lá saber...

aflores disse...

Quem é a gaija, quem é a gaija? :)
O que eles(as) querem, é tempo de antena :o)

Tenho mais que fazer...

maria mar disse...

Não gostei quando a vi de fugida na TV, mas tb nao contribuo para o share quando passam novelas com a dita...
Por cá há quem, sendo português, tenha um linguajar bem mais ofensivo. Veja-se o exemplo de Vasco Graça Moura, nos seus ultimos artigos de opiniao no DN...
Alcandorado no seu pelouro de poeta/escritor ou coisa semelhante, apoiante e promotor das TLEBS, acha que pode dizer o que quer (e pode!), da forma que quer (nao devia!), usando uma triste linguagem aziada! Enfim...uns pecam por ignorancia, outros por estupidez consciente. Por mim, perdoo mais facilmente os ignorantes.

afigaro disse...

A mulher esteve bem. Os portugueses têm sempre um discurso paroquiano. Não gostamos tanto do saudoso Solnado, do Herman, do Gato Fedorento?...eu sei todos sofremos de uma catequese mal dada e o mais grave é que continua na mesma.Não há perdão, nem humor...