20 de abril de 2004

AQUELA LUZ


Que é feito da luz que brilhava
dentro de ti
fervor íntimo e secreto
voo de ave iminente
onda a formar-se no mar

Que é feito dessa luz que desfiava
as sombras
e iluminava o sorriso
e lançava reflexos irisados
no teu olhar

Que ventos de tempestade a extinguiram
que neblinas
pesadelos
que sombras asfixiaram
essa luz

Olho o teu rosto apagado
já nem os sonhos brilham
no teu olhar opaco
Como se perdeu a luz que brilhava
dentro de ti?

Paula Margarida Pinho, 2003

Sem comentários: