26 de outubro de 2004

(Tele)Novela

Desde os primórdios da "Gabriela" que vejo sempre uma novela.Faz parte do meu ritual diário, é o meu momento de relax...
Dantes era fácil: só havia uma! Depois passou a haver duas e as coisas complicaram-se um pouco. Actualmente é o caos em quantidade de novelas!
Mas eu confio no meu faro (e nos autores de quem gosto) e escolho sempre bem! Agora ando a ver "Senhora do Destino", na SIC. É a história duma mulher abandonada pelo marido que vem dos confins do Brasil, muito nova e com cinco filhos a tiracolo, procurar uma vida melhor. Instala-se numa zona deserta do Rio de Janeiro, que, com a sua ajuda, progride e se vai transformar num grande bairro. Ela fica rica (como convém...).
O filho mais velho, o Reginaldo, aproveitando-se do bom nome da mãe na "vila" que ela ajudou a formar, quer transformá-la num município para poder deixar de ser um mero vereador e passar a Prefeito. Claro que este filho, o político, é a ovelha ronhosa da família, disposto a todas as maldades para atingir os seus fins...
___________________________

No final de alguns filmes costuma aparecer "qualquer semelhança com a realidade é pura coincidência".
Neste caso, não é!
Também cá, neste nosso cantinho, onde, apesar de tudo os políticos não são tão poderosos como no Brasil, há pessoas que querem "fabricar" concelhos só com o intuito de virem a ser Presidentes de Câmara.
Se as freguesias em questão não têm população nem área que chegue para tal, se nem todos os habitantes dessas freguesias querem ser divididos, isso são meros pormenores...
E fazem figuras ridículas em manifestações mais ridículas ainda e agora até prometem levar cada um um saco de terra até Lisboa!
O que vale é que são muito poucos, senão as freguesias em questão ainda encolhiam mais!

20 comentários:

Santo Patolas disse...

eu acho que a televisão devia de passar mais outras coisas, tipo filmes recentes e não aqueles filmes extremamente vistos, programas educativos, mais programas de humor, mas que tenham qualidade, do que nos estar a bombardear com telenovelas algumas muito más. Tudo bem que dê uma telenovela ou outra mas agora passar bons filmes ( quando eles existem) a altas horas da noite para quem tem que se levantar cedo para ir trabalhar, é de doidos.
Já agora visita o meu blog http://atascadomano.blogspot.com/

Anónimo disse...

Na política como nas telenovelas, uso o mesmo sistema: Vejo o primeiro e o último episódio. aflores/ailaife blog

fernanda dias disse...

Ver não consigo, porque os filhos ainda estão acordados a essa hora, a "chatear" com isto e aquilo! Mas oiço. Gosto muito de novelas de época, mesmo que os argumentos chiem de deja-vu. Beijo grande

LetrasAoAcaso disse...

Nunca vejo tele(novelas) mas acredito no que escreveste.
Mas minha amiga, já temos as novelas diárias das politiquices de cá...
Beijitos.

MONALISA disse...

Venho agradecer a visita ao Sítio. Li este texto e o anterior.
Sobre novelas nada digo, que não vejo muita televisão. Mas já vi que o teu blog tem temas variados e isso agrada-me. Gostei de recordar a origem da lingua.
E fico a pensar que estranha coincidência te levou a minha casa ( onde serás sempre bem-vinda ).
Beijos.

Anónimo disse...

Saltapocinhas, preciso da tua ajuda (e dos teus contactos). Tenho uma ninhada de gatinhos em casa. Não queres ficar com um deles? Conheces quem queira? Espreita o meu blog. Bjos, Formiguinha*** http://formiguinha.blogs.sapo.pt/

Cleu Randall disse...

é essa novela tem muito haver com a realidade.

Bjuss

=*

sonia disse...

olha, hoje tenho muito pata partilhar contigo. eu já não me lembro da gabriela, tinha 2 anos quando deu, mas a minha mãe conta que eu não perdia um episódio. agora com tantas, eu já deixei de ver. a última que segui mais ou menos, foi o clone, mais pela beleza dos guarda-roupas que outra coisa.
por outro lado, gostei tanto de ver escrito ovelha ronhosa... é que é um erro tão facil de passar... beijinhos senhora professora

Anónimo disse...

Telenovelas...talvez seja das poucas coisas que não vejo na televisão, isso a par dos noticiários que empolgam as noticias, dos debates politicos...mas não critico quem as vê e há novelas excelentes, quer em enredo quer em desempenho doa actores.É preferivel ver uma novela como "A senhora do destino" a perder tempo com a quinta das celebridades...pois...e por aqui me fico...Angelis/Pé de Vento

afigaro disse...

Sua malandra, levaste-me até Jorge Amado:" Gabriela,Cravo e Canela". Depois, acabaram para mim as telenovelas!Não digo, que de vez em quando, não vá "bispar" uma ou outra.
Quanto à criação de novas autarquias, estou totalmente contra. Na segunda metade do século XIX,muitas foram reduzidas. Eu sou mais pela criação das regiôes que levariam a um desenvolvimento integrado. Mas os senhores da Capital não querem! E depois como seria o beija-mão?
N.B. - Depois de ler o "Equador" de Sousa Tavares, ando a reler "Terras do Sem Fim", do Jorge Amado.Bem bom!

Anónimo disse...

É só para deixar um beijinho... Fica bem... Elsa (http://delirios2004.blogs.sapo.pt)

SaltaPocinhas disse...

@@ AFIGARO: pois a novela era só um pretexto para chegar à criação de autarquias, mas parece-me que a maioria só leu a primeira parte! Eu também sou pela regionalização...

Estrela do mar disse...

Ainda tenho uma vaga, mas mesmo vaga ideia da Gabriela quando passou pela 1ª vez...mas em miúda lembro-me que adorava a "Escrava Isaura", "O Casarão", "Dancing Days", "Água Viva"...e até cantarolava as musiquinhas pela rua...Actualmente por incrível que pareça, não tenho vontade de ver...embora tenha visto uma há muito pouco tempo que achei espectacular: "Mulheres Apaixonadas".

Como deves ter reparado, não ando com muito tempo livre, mas sempre que possa venho até aqui visitar-te.
Um beijinho*.

SaltaPocinhas disse...

@@ ESTRELADOMAR: Mulheres apaixonadas também foi uma das minhas preferidas. Aliás, gosto de todas as novels escritas pelo Manoel Carlos

Dulce Dias disse...

Parabéns! Alguém que sabe que as ovelhas são "ronhosas" e não "ranhosas", como há por aí muito quem diga.
Ciber-beijinho
Dulce - http://www.esquissos.blogger.com.br

fadamagrinha disse...

Bem...eu como pertenço a um desse Concelhos em guerra...em verdade vos digo que do meu quintal ninguém irá "fanar" nem um grão de areia...mas também, aquilo são meia dúzia de ovelhas, não ronhosas...mas ranhosas:)

Anónimo disse...

Presentemente anso a ver (com deleite, confesso!) a Ferreirinha. E tenho acompanhado "Segredo" .. o resto não me interessa mesmo nada... :/... BOM fim de semana prolongado com castanhas e agua-pé à mistura!!! ;)**

SaltaPocinhas disse...

@@ ?????: Eu também ando a ver a Ferreirinha, com mito agrado! Dou só uma espreitadela ao segredo. Depois não falho o CSI e o sexo e a cidade... Já agora, quem és tu??

Grilinha disse...

Olá Saltapocinhas. Tb eu me viciei nas novelas (nem todas felizmente). A Senhora do destino prende-me e a ferreirinha tb. Acabei de ver os Maias há dias. Sabes que vem aí a "Gabriela" numa versão renovada?. Ter ficado reformada deu nisto eheheheh

SaltaPocinhas disse...

@@ GRILINHA: Vamos ter outra Gabriela? Mas que bom! Se não tivesse tantos livros em "lista de espera" ia reler o Jorge Amado!