8 de novembro de 2007

"PNL"


Hoje foi "dia de biblioteca" (o dia da biblioteca itinerante).
A miudagem adora ir à carrinha, bisbilhotar aquilo tudo e, finalmente, escolher um livro para trazer.

O N. estava triste.
O pai dele não assinou o papel - uma espécie de responsabilização no caso de o livro se perder - e ele não podia requisitar um livro.

"Mas já voltaste a pedir ao teu pai que te deixe ir à biblioteca?"
"Já pedi e ele não deixa"
"Mas porquê?"
"Ele diz que eu não preciso de ir à biblioteca porque ainda não sei ler!"

14 comentários:

peciscas disse...

Pois é!
Anda a gente a tentar remar contra a maré!...

Didas disse...

Ui! Até dói!

PN disse...

Isto deixa-me mesmo muito triste...

Hindy disse...

Beijinho hindyado

Hindy disse...

Beijinho hindyado

Emiele disse...

Saltapocinhas, este é mesmo um caso para se falar com o senhor. Até consigo ver a lógica dele...
Lembra-me uma história de um menino que foi à escola pela primeira vez e no dia seguinte quando a mãe o queria mandar ele respondeu: «Não é preciso. Já lá fui ontem.»

aflores disse...

Um excelente exemplo para o PNL...ou seja, Plano Nacional de Leitura.

gaia disse...

eu diria que pai também não......

Eskisito disse...

E nós ficamos a olhar...tristes.
Beijos

Rita Inácio disse...

O que me deixa mais triste é perceber que há imenso pais iguais a este!

IsaMar disse...

ora aqui está um mau incentivo à leitura. A leituta começa com o gosto de pegar num livro e esfolheá-lo.

Abelhinha disse...

A minha Inês anda na Pré de uma escola pública.

Na lista de material a educadora solicitava um livro para ser oferecido à biblioteca da sala.

A minha Inês ficou descontente por lhe ter saído na rifa todos os dias arrumar os livros que tinham sido desarrumados.

Disse-lje: Não gostas? Como é possível? Já reparaste a quantidade de desenhos lindos que podes ver enquanto arruas os livros? Já viste os detalhes que só tu vais poder encontrar?

Lá deve ter pesnado no assunto que nunca mais se queixou!

se calhar eu devia dizer o mesmo ao pai do N.

josé palmeiro disse...

Raposinha, tira-me uma foto da carrinha. Ficava-te eternamente grato.

dolce vita disse...

Tenho ou não razão,é urgente uma escola para pais.
uuii!