15 de setembro de 2008

A prova!

Na semana passada o pessoal do governo gabava-se da redução na quantidade de chumbos.
Mas como ainda não estão satisfeitos com esses resultados, há que melhorá-los!

Mas como?
Pensaram, pensaram, e acharam!
Então é assim:
SE as criancinhas se baldarem às aulas, nem assim chumbam (lá se iam os belos resultados das estatísticas)!!!
Nesse caso, os malandros dos professores terão de fazer uma prova "de recuperação" para a criancinha faltosa.
"De recuperação", como o nome indica, quer dizer que o aluno deve poder recuperar...
Para que não haja dúvidas, o senhor director que escreveu este ofício, não se esquece de recomendar:
"a prova de recuperação deve ser encarada como medida de responsabilização dos deveres inerentes ao direito à educação e não como uma medida estritamente punitiva"

Direito à educação???
Mas que raio de direito à educação quer ter um aluno que falta sistematicamente às aulas??

Mas a humilhação final aos professores está no ponto 3.
Deixo aqui o documento em causa, não vão pensar que eu fiquei tola de vez e que me deu para delirar...



(tinha escrito aqui mais uma série de frases, e apaguei e reescrevi...
Mas vou deixar assim sem mais comentários
É que tenho os meus alunos à minha espera, eles não têm culpa de nada e eu estou velha demais para procurar outro emprego...
Se bem que esta do "outro emprego" às vezes me passa pela cabeça)

8 comentários:

Angel disse...

Pois, mais facilitismo é difícil...

José António disse...

Provavelmente, estamos perante um zig-zag para atingir o objectivo que consiste em impedir que um professor mande um aluno para a rua e, a seguir, lhe marque uma falta. Os zig-zags, para além de baralharem, dão espaço à sobrevalorização do lado negativo.

Shakti disse...

Também eu quando recebi esse mesmo oficio fiquei a pensar...mas que raio de sinonimo quer este governo dar à educação ???

bjs

Rosarinho disse...

Mas não experimentes o LIDL, aí trabalha-se porrada de horas, mal pago e a ser tratado bem pior que isto.

Joao norte disse...

Os números assustam o governo que na pressa de "captar" votos que apresentar novos como passo de mágica sem dar tempo que as coisas mudem.Os professores (eu sou professor) continuam joguetes para tudo.

aflores disse...

Em resumo...Bem vinda ao clube dos(as) "caixa d'óculos" ehehehehe. E agora, vou acabar de arrumar as malas.

Beijinhos e abraços (gosto das duas coisas) :)

AJFF disse...

Mais valia acabar com a avaliação e passar os alunos todos, mesmo que não ponham os pés nas aulas.

Sempre seria menos ridículo.

Anónimo disse...

E as "Novas Oportunidades"?

As criacinhas também têm direito!
No tempo das faltas também não adquirem saber?

Não há duvida, temos uma ministra coerente.