8 de setembro de 2008

A verdade da mentira?

Apesar de não ser meu hábito ler este género de livros, muito menos comprá-los, desta vez abri uma excepção e nestas férias comprei e li o livro do Gonçalo Amaral, "A verdade da mentira".
Gostei do livro: acessível, bem escrito, interessante e nada especulativo.
Nem ia falar do assunto se não fosse o agora mostrado vídeo da busca dos cães pisteiros.
Agiram tal e qual como é contado no livro, donde presumo que todo o livro seja um trabalho honesto.

Já o que o casal McCann diz (segundo o Expresso) acerca de Gonçalo Amaral ("Gonçalo Amaral é uma vergonha") é completamente despropositado.
Falar assim de uma pessoa que fez tudo o que estava ao seu alcance para lhes encontrar a filha (que eles deixaram sozinha em casa para irem jantar!!) não me parece uma atitude correcta de pessoas de bem, que deveriam acima de tudo, querer encontrar a filha!

10 comentários:

Angel disse...

Fico sempre aborrecida qd os vejo na t.v. tds inocentes e coitadinhos. A história deles ñ pega e posso estar a ser mt céptica, mas cada vez acredito menos e menos neles! Qt ao Gonçalo Amaral penso q foi de mt coragem escrever aquele livro e acho q fez mt bem. Qd estive na praia nas férias, uma rapariga q estava deitada perto de mim estava a ler o livro. Parece q foi a leitura do Verão. Só espero q sirva para ajudar a descobrir o q aconteceu à menina, q no meio de td foi quem sofreu mais...

António disse...

Olá, minha querida!
Queres dar um saltinho ao meu blog
http://eusoulouco2.blogs.sapo.pt?
Obrigado!

Beijinhos

O Micróbio II disse...

O melhor é ouvir bem as duas partes... podemos dizer que GA teve coragem em escrever, mas na altura em que o livro é lançado levanta sempre a desconfiança de ser um acto de vingança. E sendo assim, podemos compará-lo à Carolina Salgado...

Saltapocinhas disse...

eu não sei quem tem razão.
acho que eles não seriam capazes de fazer o que o gonçalo amaral dá a entender que fizeram, mas por outro lado as explicações do livro são bem coerentes!

Shakti disse...

Já li esse livro por pura curiosidade ...era daquelas pessoas que defendia aqueles pais com unhas e dentes...neste momento já não meto as mãos no fogo !!

bjs

José António disse...

A justiça, por muito que nos custe, está muito relacionada com poder e com dinheiro. Um família sem recursos económicos passaria seguramente por outro filme. Atentemos num exemplo recente que releva a subjectividade da justiça. Um juíz, distinto, a propósito de Paulo Pedroso, manda prender o homem. Uma juíza diz que não devrá ir a julgamento e por fim um outro juíz diz que o primeiro cometeu um erro grosseiro. Ter opinião sobre o quê? Quem percebe isto?

Manga dalpaka disse...

Esses Mccann... nem há palavras para os qualificar...

ameixa seca disse...

Aquela "mãe" impressiona-me e deixa-me muito desconfiada. Eu nunca deixaria os meus filhos sozinhos para ir para os copos :)
Vou passar isto para a Academia... vai dar que falar ;)

sao disse...

Olá a todos respeito todas as opiniões contudo quero dizer que defendo os pais da Maddie li o livro mas nem por isso virei o meu pensamento.. Até provas de contrario defendo esses pais que apesar de cometerem uma gaffe imperdoavel (Deixarem as crianças a sós)São pais que o mundo aponta como criminosos so porque um livro foi escrito por um policia.. Perdoem-me mas..Somos pessoas evoluidas e não vamos entrar por aí..
Vamos sim aguardar para depois se calhar julgar não será?..

Anónimo disse...

Acabei de ler o livro e adorei. Viva Amaral pela coragem. Mas ainda estou por perceber porque é que não constituiram o casal como arguido num processo de negligência contra as crianças?? Sim, porque isto é um crime, e devem ser punidos. Ou será que se aplica apenas ao zé povinho?? São essas incongurências que me fizeram desacreditar na justiça. Ela não existe, é subjectiva, depende de quem lá está, com os seus complexos, convicções ...
"A chave do enigma está com os pais, eles sabem o que aconteceu" referiu alguem que estava ao meu lado,logo no início do processo. Eu respondi "Coitados", e foi isso que quizeram fazer deles "Vitimas". Vai ser um peso tão grande de carregar que alguem um dia vai ter necessidade de aliviar a consciência. Só aì saberemos o que aconteceu.