20 de dezembro de 2007

Gaffes, às duas é melhor!

Ontem, na reunião de pais, depois de distribuir um inquérito para eles preencherem, digo a um senhor:
" isto é um bocado complicado de responder, talvez seja melhor levá-lo para serem o pai ou a mãe a fazê-lo."
Silêncio.

Nisto diz uma senhora que estava sentada numa carteira lá ao fundo da sala:
"mas ele é o pai da C."
E eu, ainda não completamente satisfeita com uma gaffe, continuo:
"ai desculpe, pensava que ara o avô"!


13 comentários:

Formiguinha disse...

Isso é o que se chama meter o pé na poça duas vezes! LOL

Bjinhos

O Micróbio II disse...

Lindo...

Rui Caetano disse...

Uma boa fábula cai sempre bem, um bom Natal.

Fábula disse...

não sei se é uma gaffe ou não, mas passei-te uma coisa...

Hindy disse...

Estou quase de partida!

Um sorriso hindyado

PN disse...

Acontece...

José António disse...

Compreende-se. Uma pessoa mete-se a fundo na avaliação e depois, mesmo que queira, tem dificuldade em deixar de avaliar.

Carla Silva disse...

Boas Festas com muita Saúde, Paz e Amor.
Adorei os e-mails de Natal!!!
Beijinhos.

Gotinha disse...

eh eh eh... já não vais progredir na carreira nos próximos 18 anos!!!

Boas festas!!

Hands of Time disse...

lolololololol cada tiro cada melro!! Feliz Natal!!

bell disse...

Caso para dizer: pior a emenda que o soneto!

Emiele disse...

Também não podias dizer «pensava que era o irmão..»

Eskisito disse...

Hehehe...nem eu conseguia uma dessas...bom, talvez...
Beijos e já passou.