28 de dezembro de 2007

Referendar ou não?



Agora há petições na net para tudo e mais alguma coisa.
A mais recente (que já tardava) é a reivindicar que o Tratado de Lisboa seja referendado.

Assim sendo, faço já aqui um apelo:
Não me enviem essa petição pois não tenho nenhuma intenção de a assinar.

Eu pertenço ao grupo dos que acham que um referendo destes (assim como outros que já foram feitos) só serve para gastar dinheiro (e papel que é um recurso que fica caro à natureza).

Para me poder pronunciar sobre um assunto preciso de o conhecer minimamente... e não é o caso!
Não querendo armar em politizada (que não o sou), tenho de admitir que sei de política mais do que a maioria dos portugueses: além do nome do presidente da república e do 1.º ministro, até sei o nome de alguns ministros!

E no entanto não me sinto preparada para responder à pergunta do referendo.
Será que essas pessoas que tanto querem o referendo já se deram ao trabalho de ler o tratado para irem votar conscienciosamente?

Duvido!

5 comentários:

Didas disse...

Totalmente de acordo! Essa porcaria ia ter para aí uma adesão de 5% e já era muito!

Grilinha disse...

Eu tb não sou a favor do referendo sobre o Tratado de Lisboa.

Já li alguma coisa sobre o mesmo (resumos que me enviaram) e seria incapaz de avaliar cabalmente o que por ali está escrito.

Feliz Ano Novo

___________FELIZ 2008 ______

______0___o__o__o0_0__o_o__0
_____0___o__o_o__0_0__o___o__0
____0_o___o___o__0_0___o___o__0
____00o0000o00o0o0_0o00o00oo0oo0
___o00o0o00000o000_00o0o00o0o00o0
___00000o000o000o0__000o000o0000o0
___0o00oo00o0o00o0__0000o0o0o00o00
___0o0o00000o00o0___000o0o0o0o0o00
____0o0o0000o0o0_____00o0o00o00o0
_____0000o0000________ 00o000o000
______0000000___________0000000
________00__________________00
_______00____________________00
______00______TIM - TIM________00
_____00_____SÃO OS VOTOS______00
____00_______da Grilinha_________00
___00_ http://grilinha.blogs.sapo.pt _00
000000_________________________000000

Emiele disse...

Saltapocinhas, tenho «a mania» de que tenho alguma formação política (lá muuuuito atrás, se calhar era verdade) e não gosto muito que decidam coisas em meu nome sem me perguntarem nada. Contudo neste caso do referendo já se viu que é um estilo que não interessa nadinha `s pessoas. De quando foi a questão da IVG que dizia respeito a todos ou quase, da primeira vez nem foi vinculativo, imagine-se o que será (seria) sobre este tema de que se sabe tão pouco. Creio que até os 5% da Didas era muito.

Eskisito disse...

Modas...o que vale é que isto passa. Se querem ser activos na política nacional, votem em consciência nas eleições.
Beijos

Abelhinha disse...

Concordo plenamente.