2 de dezembro de 2007

Uma fotografia por domingo (35)


Coimbra, numa tarde de Outono.
(vista da ponte pedonal Pedro e Inês)

5 comentários:

Professorinha disse...

Coimbra é uma cidade tão bonita!... Consegue-se tirar fotos tão bonitas...

Beijos

José António disse...

Bonita a cidade! E boa lente...

luis manuel disse...

Pois é... já se passaram algumas horas !! desde que "aqui" parei. Fui lendo, escrevendo para a ferramenta (wordpad)... largava o computador, voltava outra vez - repetia (ou tentava) mais um aconhego, um doce, um capuccino, este programa que a filha queria partilhar, o outro que o filho me chamava... e aquele que eu queria ver...(Familia superstar por algum canto interessante, e não pelo formato que deixa muito a desejar-abençoados intervalos para respirar fundo... Gato Fedorento... e Conta-me como foi - aprecio aquele reviver dos anos 60) valha-nos as TV's !e quando agora regresso, dá-me para fazer o gesto de actualizar e não é que já tenho a fotografia de Domingo ?! de Coimbra pela ponte de Pedro e Inês... mas vamos aquilo que por aqui estava escrito...
No recado da caderneta, penso que há muito assunto por falar e chamar à atenção não chega. Não ponho em causa que tenha sido a mãe a pronunciar essa ideia, nem tão pouco me questiono sobre se a teria escrito ou não. Sei pessoalmente de exemplos de expressão escrita, por parte de adultos, de forma idêntica. No entanto, realço a observação da "Emiele" onde chama a atenção para o facto de os erros "engraçados" da mãe poderem mascarar a atitude. É um problema grave, muito grave, para ser visto de maneira ligeira. E não é exclusivo de "analfabrutos" (que má esta classificação que por lá li ! muita da analfabetização ou pouca formação em individuos "tugas" resulta ainda, embora os tempos de hoje nada tenham a ver com outros idos, de muita desigualdade).
Alguém terá metido na cabeça da senhora que existe alguma "lei" que desobriga as crianças da "tortura" imposta pela escola, via mão dos professores, que é a execução de trabalhos de casa. Sabemos que é matéria frequentemente discutida, mas sobretudo que muitos pais não terão o tempo (a vontade) que se deseja, para no mínimo fazer cumprir, esta e outras tarefas.
E depois não nos podemos admirar de algumas chapadas que ficam por dar...
A ilha, supostamente era deserta, e está sempre a dar mais argumentos para novos episódios. Eu acho uma trama interessante, e pelos vistos não se esgota...
O eixo do mal... dá-nos ofertas destas !!
O gesto começa a ficar velhinho, enquanto os postais mostram sinais de renovação. Partilho a intenção de retomar o seu uso.
Os desmandos dos ditos - ministros, não prejudicam a essência daquilo que é a tua profissão. Seguir vidas, quando delas se apercebem à "nascença", é um valor enorme que enriquece e gratifica a relação entre aluno e professor. Porque assim o queres, porque assim vocês o designam por princípio. Acredito que a maioria...
Um por todos e todos por um... bonita lembrança ! Dartacão e os mos(cão)teiros...
E pronto já vai longa a mensagem.
Beijinhos e abraços para casa.

Formiguinha disse...

Adoro Coimbra....!!!

Boa foto!

Santos Passos disse...

Ah, que saudade.