2 de março de 2009

O que têm a ver os telemóveis com aquele outro objecto de que não posso dizer o nome

porque prometi aqui que nunca mais falaria nele?

Mas vou ter de falar...
É que há situações tão ridículas, mas mesmo tão ridículas que merecem ser lidas, comentadas, vaiadas.

Inscrevi os meus alunos no bendito Magalhães em finais de Dezembro.
No início de Fevereiro chegaram 6, na semana passada chegaram mais 10 (e temos 30 alunos inscritos). Nem sequer vou falar aqui da falta de sensibilidade desta gente que envia computadores para crianças às pinguinhas.

Há coisas ainda mais estúpidas, como esta:
Quando se inscrevem os alunos é pedido no impresso, um número de telefone.
Consultei os meus apontamentos e coloquei lá os números de telefone que tinha, sendo alguns telemóveis e outros fixos.

Acontece que nenhuma das crianças sobre quem foi fornecido o número de telefone fixo recebeu ainda o computador.
Alertada por uma colega, fui ao site dos senhores dos computadores e caiu-me o queixo de espanto quando lá li o seguinte:

«Não é possível enviar SMS para números fixos. Se ainda não recebeu o SMS para proceder ao pagamento, poderá efectuar esta alteração através da opção “Alteração do Contacto”, disponível na página da internet da Youtsu.»


O que eu pretendia era o seguinte:
Alguém informa estes senhores de que, desde há milhares de anos, existem várias formas de comunicar?
Sugiro sinais de fumo, tambores, um mensageiro a cavalo, um estafeta, os CTT...
Ah, e também lhes podem dizer que 1876 houve um senhor chamado Bell que inventou o telefone!!

E a pergunta final que se impõe:
quem não tiver telemóvel não vai ter direito ao computador??

11 comentários:

ameixa seca disse...

O avanço tecnológico deste país é mesmo impressionante! Estou pasma!

Emiele disse...

Não digo que é incrível, porque já acredito em tudo, nesta altura da minha vida.
Olha, menina, se me dás licença, este teu post vai servir para um outro meu, lá no meu estaminé. Vem ao encontro de coisas que tenho pensado.
Porque as tecnologias são excelentes (e não tenho mesmo nada contra, como é evidente) desde que se somem ao que existe e não 'reduzam' ou esqueçam tudo o resto.
Este caso é um modelo desse pensamento redutivo.

Angel disse...

Mais uma estupidez a acrescentar às milhentas q se vêem neste país de tansos! Tanta tecnologia enerva-me e quem pena q é mais instruído/culto por saber manusear tudo e mais alguma coisa (telélé, i-pod, i-phone, pcs portáteis, playstations, mp4 e sei lá mais o quê!...) e desde tenra idade está redondamente ENGANADO/A!

bell disse...

Lembrei-me, agora, ao ler ao teu post, duma possível relação entre os telemóveis e aquele-cujo-nome-não-se-pode-pronunciar: então esse objecto não vem com internet de uma das 3 operadoras? Às tantas, estava no contrato, em letrinhas pequenas - só os portadores de telemóvel tem direito a receber aquele-cujo-nome-não-pronunciamos.

mfc disse...

Somos um país avançadíssimo.... cum caraças!

josé palmeiro disse...

Então o quê?
Que vem a ser isto de sermos interpelados andes de dizer qualquer coisa?
Bem, dado que desmascaraste, uma vez mais este farsante que impingiu os "Magalhães" aos miúdos e miúdas, deste jardim governado por um filósofo (fica descansada que não digo o nome).
É a vergonha da vergonha ou a total falta dela.
Atirem-nos ao mar pode ser que cheguem ao estreito, do mesmo nome, de tão fiáveis que são e depois, daí, experimentem a pagar a conta do télélé.

Bea disse...

Só posso dizer ENFIMMMM.
A min ha escola com 438 alunos aina não receben NEM UM ( graças a Deus) mas na verdade porque? porque estã a telefonar aos pais para verem se afinal eles não querem mesmo NET... é que nem 10 aderiram,....
ENFIM

zorro disse...

Saltapocinhas, venho penitenciar-me. realmente ontem li aqui o post através do Pópulo e vez de vir aqui comentar como devia ser fiquei-me por lá... Quando vi o teu comentário, é que caí em mum!
Bom, mais vale tarde do que nunca, né?!
Bom post, senhora professora. Realmente há coisas que não se acreditam assim à primeira. Ficamos a pensar se são eles que estão doidos ou nós...

entremares disse...

Vou contar-vos meia dúzia de coisas sobre os Magalhães...

1. Já recebi três mensagens no telemóvel, com referências diferentes, para pagar os 50€. As duas primeiras parece que eram falsas...

2. A minha filha perguntou-me ao jantar porque é que ela não podia ter escalão. Achei esquisito. Depois lá me explicou que na escola dela, os que tiverem escalão, recebem primeiro o Magalhães, portanto, ela tambám quer ter escalão...

3. Os Magalhães à venda no mercado semanal de Castelo Branco subiram de 25€ para 40€... isto é a crise...

Portanto... ficar espantados ?
Eu sei... a imaginação não tem limites...

Saltapocinhas disse...

bea: não deve ser por isso, os critérios deles nem deus deve saber!
na minha escola, embora sejamos muito menos, ninguém aderiu à internet.

zorro: at+e me sinto envergonhada... não era com má intenção!

entremares: na minha também não houve esse critério, chegaram indiferenciadamente...
quanto às vendas na feira, os meus ciganos nem se deram ao trabalho de preencher os papéis, senão haveria mais concorrência e o preço baixava!

aflores disse...

Quando me inscrevi no Centro de Emprego da minha zona, a determinada altura pediram nr. telemóvel ao que eu respondi: "Não tenho". E a "profissional" de imediato retorquiu com algum espanto e cara de parva: "Não tem telemóvel???" E EU, com muita calma, mas quase a mandá-la dar duas voltas na praça nova, disse com muita calma: "Acha que um desempregado tem que ter um luxo, que é o telemóvel? Tenho telefone fixo, faça favor de tomar nota!"
Não querem lá ver? :)