Como classificariam uma pessoa que,

durante uma reunião importante (não era propriamente uma reunião de condomínio lá do prédio), passa a vida ao telemóvel?
Com as mãos à frente da boca, falando baixo, mas, em cerca de 2 horas de reunião atendeu o telemóvel pelo menos 6 vezes (depois deixei de contar).

A certa altura, pára uma frase a meio - numa conversa com outro membro da reunião - para atender o telefone!!

Comentários

ameixa seca disse…
Besta, foi a primeira palavra que me ocorreu! Mai nada :)
aflores disse…
Classificar uma pessoa dessas não me ocorre no momento algo preciso :o), mas, classificar quem admite uma situação dessas...:))))))

Já vi um orador (pago a peso de ouro) abandonar a sala cheia de gente, por ter ouvido duas vezes um telemóvel a tocar. E acredita...ninguém o conseguiu convencer a ficar e continuar a palestra.

Cortar o mal pela raiz!
G_ticopei disse…
Conheço bem a espécie... Tenho uma coordenadora pedagógica que é igualzinha!!!
eMe-a-eMe disse…
Confesso que não tenho a minima pachorra para esse tipo de...exibicionismo.
tantos anos vivemos sem telemóvel que não percebo qual a necessidade que tantas pessoas têm de o utilizar em qualquer hora e em qualquer lado. puro exibicionismo é a minha tese.
entremares disse…
Um professor de história ( já passaram tantos anos ) chamava-nos austrolopitecus... de cada vez que nós, alunos, cometíamos aquelas gafes imperdoáveis...

Só me ocorre chamar-lhe isso...

SUA AUSTROLOPITECUS.
Shakti disse…
Mal educada ...

bj
Castanha Pilada disse…
Sim, besta está bem pensado. Não diria melhor.
Fabulosa disse…
eu classificava-o olhando-o nos olhos, assim: "se esta merda não te interessa, porque não vais dar uma volta ao bilhar grande e levas essa treta de telemóvel contigo?".
era assim que eu o classificava. ;)
Factor X disse…
É carente...:) ou tem problemas conjugais :)

Bjs
Saltapocinhas disse…
quero esclarecer que nessa reunião estavam professores, mas a criatura do telemóvel (um macho) não é professor!!
Hindy disse…
Há pessoas com uma "coragem"...

Um beijinho hindyado
Bea disse…
malcriadas, pindéricas e tudo mais... perderam o senso do ridículo... e ás vezes ainda se metem com acabeça debaixo da mesa a pensar que disfarçam e ninguém vê... burras
bjs
aninhas disse…
Já n há boa educação neste país.
É tudo.


Bom fim de semana
bjs e lambidelas do kiko

Mensagens populares deste blogue

O vagalume e o sapo

O respeito

Fábula moderna