11 de março de 2005

José Mourinho

Gosto do José Mourinho, pronto!
Isto embora não ligue patavina ao futebol nem ao seu mundo enigmático e tortuoso.
Numa altura em que todos se queixam que nós não temos auto-estima, que somos uns coitadinhos, que andamos sempre a pedir desculpa por existirmos há um homem que faz exactamente o contrário:
é excelente na sua profisssão, orgulha-se de o ser e faz publicidade disso!

O mais engraçado nisto tudo é que se calhar são os mesmos "filósofos de algibeira" que por aí andam a criticar o nosso comportamento-português-típico-do-desculpe-qualquer-coisinha-obrigadinha-de-nada que chamam ao Mourinho arrogante e vaidoso!
Vá-se lá entender esta gente!

Isto a propósito duma anedota que recebi e que parece circula na Inglaterra.
Aqui vai ela em inglês e tudo e se não perceberem qualquer coisinha vão ao dicionário que foi o que eu fiz!

Arsene Wenger, Alex Ferguson, and Jose Mourinho all perish in a plane
crash and went to meet their maker. The supreme deity turned to Wenger and asked, tell what is important about yourself.

Wenger responded that he felt that the earth was the ultimate importance and that protecting the earth's ecological system was most important.
God looked to Wenger and said, " I like the way you think, come and sit at my left hand".
God then asked Ferguson what he revered most. Ferguson responded that he felt people and their personal choices were most important.
God responded, " I like the way you think, come and sit at my right hand". God then turned to Mourinho, who was staring at him indignantly.
God asked "What is your problem Mourinho?"
Mourinho responded " I think you are sitting in my chair".

14 comentários:

Cakau disse...

Olá, saltapocinhas.
Obrigada pela tua visita no meu Paraíso. Não podia deixar de retribuí-la :)
Gostei do teu cantinho, e gostei de saber que és de Aveiro ;) Também sou.

Voltarei ao teu blog, sem dúvida.
Bom fim-de-semana! ***

Paulo Lopes disse...

;-] Boa, saltapocinhas! Posso traduzir e copiar?

Anónimo disse...

ola muito bem!!

leslie disse...

J'ai aimé.

a disse...

por acaso também lhe acho uma certa piada, embora às vezes exagere. ah, e ultimamente desiludiu-me aquele inglês (bem sei, toda a gente tem falhas, mas não estava à espera!).

Confessionário disse...

Só lhe falta um pouco de humildade...

Gotinha disse...

Confesso que não gosto dele apesar de lhe reconhecer competência. Demasiado arrogante!!!

BlueShell disse...

Saltapocinhas??? Para onde fugiu o teu humor...é que o meu deve ter ido fazer companhia ao teu. Quanto às roseiras...não podei ...porque tenho medo de danificar a "coisa". Quanto ao mourinho...não gosto dele. É jeitosinho...mas não gosto. A anedota está sopimpa, (isto é abrasileirado)
Jinho, BShell

Amaral disse...

Quando cheguei à resposta do Mourinho (na anedota, claro), quase desatava a rir. Mas contive-me só com uma gargalhada, pra não parecer idiota a quem (não) me estava a ver.
Que tem graça, tem! E vinda a resposta de quem veio... não é de espantar! Até Deus deve ter achado piada (acho...)! E daí talvez não! Deus deve tê-lo acarinhado, por ele ter conseguido ser, na vida terrena, aquilo a que se propôs. Sem titubear, partindo sempre para o amanhã, depois de viver intensamente o dia de hoje.
Mourinho merece o nosso respeito, enquanto não pisar o próximo para se agarrar aos píncaros da fama!

Carla disse...

Também recebi essa anedota. Há muita dor de cotovelo. Ele é bom e ponto final! A todos os níveis. Desde que não se deixe ofuscar por isso, tem todo o direito de sentir alguma vaidade. E nós também a sentimos, claro! Beijo grande :)

jotakapa disse...

Confiança a ambição é que não lhe falta, se calhar deviamos todos aprender um pouco com ele...

antonio disse...

Olá;
O Zecatelhado está de volta às visitas aos seus amigos, depois de ter mudado de "casa".
Está agora em www.tadechuva.weblog.com.pt

Um bom fim de semana para esta casa, e ainda
Aquele Abração do
Zecatelhado

JesusRocks disse...

Falta de humildade e arrogância não são exactamente a mesma coisa. Pessoalmente, considero o Mourinho uma pessoa nada humilde mas também não chega ao ponto da arrogância.

Há duas características que aprecio particularmente nele: o profissionalismo (é um vencedor) e a forma como assume essa condição (sem falsas modéstias).

Quanto às pessoas que o criticam, lanço este desafio, e em inglês: 'Prove him wrong!'

aflores disse...

Não posso estar ausente que é só novidades...ou não? Uma coisa é certa, nesta minha visita aos blogs amigos, anda muita gente a falar de futebol. Porque será?