23 de novembro de 2005

Ora abóbora!

Quando se deixam ir duas crianças procurar no Google informações e uma imagem de uma abóbora, não estamos a imaginar que vai haver problemas...
Mas há!
Na mais inocente pesquisa aparece uma imagem nojenta até para adultos quanto mais para crianças!

Não haverá maneira de separarem a pornografia dos conteúdos normais?
É que nem sequer dá para eu previamente ir ver se a pesquisa é segura pois as imagens estão sempre a mudar!
Não haverá alguém com coragem de pôr ordem nesta pouca vergonha?

17 comentários:

Anónimo disse...

O Google possui nas "preferências" uma opção de limitar o conteúdo das pesquisas chamada Safesearch, é só marcar a opção desejada...

Miguel disse...

De facto, quando trabalhamos com a Internet temos que ter muito cuidado. Por isso, prefiro, muitas vezes, trabalhar à moda antiga: pesquisar material em livros da biblioteca.
Mas, há programas que impedem o visionamento desse tipo de sites. Importa é que as escolas tenham verba para os adquirir...

SaltaPocinhas disse...

@@ ANÓNIMO: quero agradecer a informação., realmente não sabia!

ivan (aka bandinho) disse...

o alta vista também tem protecção parental.

Furão disse...

Subscrevo os comentários aqui reproduzidos sobre protecção parental, e acrescento que até possível fazê-lo logo no próprio pc, através de: Ferramentas/Opções da Internet/Conteúdo/Classificação do Conteúdo.

No entanto, como o meu computador não tem disso e como sou português (mirone) fui testar a palavra "Abóbora" no Google, já que é o meu motor de busca preferido. Nada, apenas inocentes receitas culinárias. Seguidamente escrevi "Pumpkin". Nada outra vez, apenas sites relacionados com o Halloween e com o dito legume. Fui às imagens em ambos os casos. No português, aparece a imagem da Irmã Lúcia na 5ª página de pesquisa, vá-se lá saber porquê. No inglês apenas uma imagem de um espantalho americano construido com duas abóboras no lugar das nádegas. Terá sido essa a pornografia? Ou ter-se-ão os miúdos enganado na pesquisa? É que por vezes é bom testarmos nós próprios antes dos autos-de-fé.

Mudando de assunto, continuo fiel visitante desse Blogue dos pequenos cetáceos, cada vez melhor.

Bjs

Caçadora disse...

É mesmo uma grande chatice! Eu tento estar sempre ao pé dos meus.. mas é dificil! Bj

CMatos disse...

É muito difícil de prever o que vai acontecer. Por exemplo já procurei em tempos a palavra "Cavalo" para arranjar imagens desse animal (de quatro) e apareceram muitos animais (de duas), no entanto estes dias, para mostrar isso mesmo a um amigo (o que pode acontecer com buscas inocentes, claro) já não estava lá nada.

mfc disse...

É o perigo destas andanças... nunca se sabe o que vai aparecer ao dobrar da esquina!
Lembro-me de uma amiga minha que andava à procura de móveis... teve que pagar 2 €uritose móveis eram de grilo!!
Por uma questão de privacidade,é evidente que não digo quem é...

Sou o Eco de mim mesma! disse...

é p isso q eu sou contra a pesquisa na net pelos mais pequenos...

Grilinha disse...

Tb já tinha reparado nisso de há uns tempos para cá. Dantes isso não acontecia tão facilmente. É como a questão dos virus. Dá muito dinheiro criar virur para vender updates de anti-virus.

Abelhinha disse...

Eu fiz o exercício... e não, não é a Irmã Lúcia, nem duas abóboras a servir de nádegas que se trata de pornografia! Logo na primeira página de imagens aparece algo bem pior que isso!

É mesmo preciso ter cuidado.

O problema do google é que vai buscar tudo o que seja público na net. Se fizeres pesquisa de imagens de autocarros entras no meu blog porque um dia escrevi um post com estas fotos.



Beijinhos.

Didas disse...

Oh rapariga! Então não sabias o que fazem por aí os taradões com as abóboras??? Ai que já me fartei de rir carago!

aflores disse...

Uma pequena falha, numa simples configuração que evita esses "grandes problemas". Foi mesmo abóbora que procuraram? :))))))))))))))) Bom fim de semana, pelos vistos com muita chuva e frio.

JesusRocks disse...

Realmente acho estranho isso ter acontecido. Não há muito tempo fiz uma pesquisa no Google a propósito do Halloween e não surgiu nenhum conteúdo classificável com impróprio para menores de idade. Na grande maioria eram imagens de abóboras cortadas por forma a parecerem caras, como é típico nos USA por alturas do Halloween.

Não será caso que esse computador em questão tenha sido alvo de um browser hijacker? Têm anti-virus e anti-spywares actualizados?
O problema é bem provável que esteja ou no computador ou no utilizador.

Quanto à insinuação já habitual de que são as empresas produtoras de anti-virús quem desenvolve os virús, apenas comento que para quem pensa assim, existem anti-virús gratuitos à disposição. Eu uso um deles e ainda não tive quaisquer problemas com viroses.

O Antivir Personal Edition pode ser encontrado neste link: http://www.free-av.com/

Alerto ainda para a necessidade de se ter um ou mais programas anti-spyware, já que há muitas viroses desta classe que não são detectadas pelos anti-virús e podem ser mais prejudiciais do que grande parte dos virús que por aí circulam. Também existem diversas soluções gratuitas das quais destaco o Ad-Aware e o Spyware Doctor.

*beijocas*

NASMarques disse...

Pois, realmente...

Mas mesmo que o Google quisesse ter alguém a supervisionar isso, era impossível.
Pense nas milhares palavras que existem, imagens etc.
Ver isso diariamente era, como se o homem fosse e viesse todos os dias à lua.

Todas as ferramentes tem os seus prós e os seus contras.

Mas como o anonimo disse, aquele modo é porreiro para isso.

Mac Adriano disse...

Eu vou pôr ordem nisto. Vou excluir tudo o resto e deixar só a pornografia. As abóboras também me atrapalham.

Anónimo disse...

Looking for information and found it at this great site...
» » »