18 de novembro de 2005

Dia Nacional da Poupança

Hoje, eu e mais uns milhares de voluntários (bastantes, a acreditar nos sindicatos, menos uns poucos a acreditar no ME), demos uma preciosa ajuda ao governo no combate ao déficit.
Se amanhã acordarem com a notícia de que
- Portugal está a par dos países nórdicos em crescimento do PIB e dessas coisas todas com nomes estranhos que nem sei o que são,
- se acabaram as listas de espera porque finalmente vai haver médicos e hospitais para todos,
- se acabaram os pobrezinhos, até os de espírito...

Então, ergam as mãos para os céus e agradeçam aos professores: sei lá, podem fazer-nos uma estátua, dedicar-nos um programa de televisão, dar a cada um um bacalhau (da Noruega, claro!) pelo Natal... enfim, deixo à vossa imaginação.

É que hoje, graças aos professores, o governo ficou bem mais rico!
Ora façam as contas: o ordenado que deixámos de receber (aí uns 40 euros por cabeça), mais milhões de lâmpadas apagadas, milhares de aquecedores desligados, milhares de telefones calados, biliões de fotocópias que não se tiraram, etc, etc...
Hoje foi só poupar!
Agora só faço votos para que o gastem bem gasto!!

16 comentários:

NASMarques disse...

Boa noite!

Por acaso no meu caso, sendo estudante, não se ouviu falar na greve dos professores, visto andar num curso pós-secundário, mesmo que contenham docentes com mestrado e afins, ninguém faltou.

Também acho que só têm a ganhar com isso (aqueles que se safam com emprego).

Não sei como está a sua situação, mas acredito que não esteja fácil.

Enquanto o governo pensar em colocar um professor de Lisboa a dar aulas no Porto, só para obter mais gastos (gasóleo, penus, estadia, alimentação, etc) é só o governo a meter para o bolso.

Só para fazer mais um à parte, vou-lhe dar um exemplo, que, parecendo um pouco "imbecil", foi um facto e que com isso, só conotou a Câmara Municipal de Espinho de uma forma positiva.
Tinhamos então o início das aulas para dia 2 (segundo a altura das candidaturas) que foi adiado para dia 14, por causa de ser um edifício em recuperação, ainda não estava totalmente acabado. Chegamos lá e a verdade é que já havia salas e afins, mas o acesso estava cheio de máquina e tivemos que esperar mais alguns dias até ir para aquele edifio. Então, muito amavelmente, para não atrasarmo-nos mais, fomos para outro edifício público que tem uma boa sala (falar nisso, as instalações do tal edifício, são mais que óptimas, contendo uma boa arquitectura exterior bem como interior - vai ser um futuro Forum de Arte e Design ).
A descocação que seriam uns meros 800/1000 metros, se é que eram assim tantos, foram feitos com uma camioneta da CM de Espinho.
Não é que não podessemos caminhar, mas só estes pequenos pormenores, comparando com a cidade onde estudava, é que fazem um bom ambiente para que haja também apetidão para o ensino.

Não me prolongo mais, até porque a noite ainda é uma criança.

Espero que tenha um óptimo fim-de-semana.

Grilinha disse...

Sou a favor das lutas pelos direitos dos trabalhadores. Chamem-me recvolucionário ou que entenderem mas sempre fui assim. Desempenhei funções ingratas de chefiar os recursos Humanos onde é dificil agradar a patrões e empregados que se esquecem que tb somos colegas deles. Sempre defendi os direitos dos trabalhadores colocando tb a razão do lado do patrão sempre que alguém usava e abusava. Espero que os euros poupados hoje o saibam utilizar a favor daqueles que os ensinaram a ser Homens e Mulheres de valor (os PROFESSORES).

afigaro disse...

Pois, é o Sr.Teixeira dos Santos agradeceu. Os sindicatos, conservadores, teimam em não encontrar-se Tenho a sensação que estão a mais no nosso espaço associativo.Urge, que os sindicalistas velhos,abalem!

PN disse...

Pois eu cá contribuo três dias por semana para o défice. É que os cortes orçamentais determinaram que só me pagassem 8 horas semanais. Enquanto isso tenho alunos estrangeiros que precisavam de apoio a Língua Portuguesa e estão a ter aulas com uma professora de inglês e alemão a quem as aulas de apoio são contabilizadas como componente não lectiva.

AS disse...

Querida Salta Pocinhas... Corres sérios riscos de, num cenário que eu espero não se concretize, de seres chamada para acessora do dito pretendente a Presidente economista...

Um beijo e bom fim de semana

Leonoretta disse...

ainda nao te respondi mas ja passei pelos teus golfinhos.

beijinhos da leonoreta

Clitie disse...

Sim! Vão gastá-lo no TGV entre Lisboa-Madrid que é mais importante que o de Lisboa-Porto... ora não ouviste o Sócrates a dizê-lo?... Assim."Com o dinheiro que poupamos ontem com os professores e fazendo já contas às próximas "retenções" temos TGV em 2013"...

MWoman disse...

Pois... também pensei nisso e como sou muito boazinha também resolvi ajudar!
E como também sou muito optimista tenho a certeza que ele vai ser muito bem gasto! [não sei se chore, se me deite para o chão a rir às gargalhadas!]

holeart disse...

a senhora continua linda
lindo blog

aflores disse...

Pouparam por um lado, gastaram por outro ;) É mais um dia para a (minha) lista de Dias & Dias :)))))))

sonia disse...

mas que bem visto esse ponto de vista. eu então, desempregada há que tempos, na realidade ando a poupar dinheiro a uma data de empresas... eheheh.
beijinhos

Miguel disse...

Este teu desabafo é apenas mais uma boa razão para não entrar na estratégia das greves...

mário disse...

Boa... espero q o primeiro ministro tenha descoberto a pólvora e nomeia para hino da educação aquela dos pink do álbum The Wall ... ANOTHER BRICK IN THE WALL (PART2)... como diria o italiano... porca miséria!!

mfc disse...

Essa greve foi mais que justa. Aqui na família há vários professores e todos... pouparam!!!
Um beijo.

mar disse...

Nem penses nisso... Somos e seremos os eternos bombos da festa, os tais preguiçosos q nada fazem e têm imensas férias e faltam imenso, q devem tomar conta dos filhos dos outros de preferencia 35 horas por semana, e caso tenhamos filhos, eles os nossos, q se lixem......
Somos tratados por todos abaixo de cão..... Basta ver como foi encarada esta greve pela sociedade em geral.. Faz tempo q perdi a minha ingenuidade....
Bj e boa semana

José Gomes disse...

Sabes, SAltapocinhas, foi uma greve que me deu uma grande dor de cabeça e um nó no estômago.
Porque me lembrei ouvir os comentários feitos na rádio (Antena 1, especialmente) e foi de bradar ao céu aqueles paizinhos, coitadinhos, virarem todo o seu ódio e frustração para uma justa luta dos professores.
Pergunto, ainda hoje, se valerá a pena lutar por um país que se afunda mais um metro sempre que um ministro abre a boca e 5 metro sempre que o vosso primeiro faz cara de sério!
Uma boa semana.