22 de fevereiro de 2006

Quando for grande quero ser deputada

Não é o sonho de todos nós ter um emprego em que se trabalha pouco (nem sequer os 5 dias da semana!), se ganha muito e se tem uma reforma choruda ao fim de meia dúzia de anos?
Habilitações literárias não são problema, basta saber assinar o nome (não sei se isto é completamente verdade, se calhar nem isso será preciso...)
E para além de todas estas benesses, ainda há a impunidade (além da imunidade ou lá o que é!!).

Se duvidam, façam o favor de ler:

«Um deputado do PSD, eleito pelo círculo do Porto, foi interceptado na auto-estrada, na zona de Coimbra, a circular a mais de 200 quilómetros por hora. O auto está no Governo Civil de Coimbra, ao qual Ricardo Almeida, de 31 anos, fez um pedido especial no sentido de lhe ser perdoada a apreensão da carta de condução.
O problema é o historial de infracções graves e muito graves do político, que já foi autuado quase duas dezenas de vezes. Em quase todas teve a "sorte" de ver os processos arquivados. (...)o deputado acabou sempre por ter "sorte", uma vez que os autos ou foram arquivados ou estão em vias disso.
Aqui mais detalhes (sim, porque a história não se fica por aqui!)

Mas para que não se fique com a ideia errada de que tal senhor é assim porque é um irresponsável e um potencial assassino à solta, ele tem uma justificação:

"Reconheço que, às vezes, ultrapasso os limites de velocidade, mas isso é porque sou um deputado que cumpre horários. Não sou como outros que não chegam a horas às reuniões"

E agora parafraseando o "compadre Vicêncio" esta manhã na Praça da Alegria:
"E se experimentasse levantar-se mais cedo??"

4 comentários:

SaltaPocinhas disse...

@@ AFLORES: mas também são muito mais rentáveis!!

aflores disse...

Ainda vaidosa (e a recuperar)com os adjectivos, vens agora dizer que quando fores grande, queres ser deputada?!. E esta? Não querem lá ver que os adjectivos te subiram à cabeça? Atenção que os adjectivos para os deputados são muito diferentes daqueles a que estás habituada.

Caçadora disse...

Também quero!!!! Beijão.. pensando bem... não quero. Tinha vergonha, sabes?

eco de mim disse...

pois, eu acho é q isto devia passar no telejornal... mas tb acho q nem a publicidade do caso ia mudar alguma coisa, há gente q "tem as costas largas"! m***a p/eles!