6 de novembro de 2006

"Até os cães andam tristes..."

Foi esta a justificação de uma mãe para tirar o filho dos prolongamentos...
Chegou à conclusão de que o filho, na escola das 9 às 17:30, tinha deixado de ter tempo para actividades essenciais e, sobretudo, num ambiente diferente do da escola.

Tinha deixado de ter tempo para brincar em casa com o irmão, para conversar calmamente com a mãe e com o pai, para ler, para estudar, ou simplesmente para estar sem fazer nada...
Mas parece que quem se estava mesmo a ressentir a sério eram os dois cachorros que, segundo a mãe, andavam por lá murchos e tristes sem o companheiro de brincadeiras!

Largar a escola para brincar com os cães?
Onde é que já se viu?
(pensará a ministra e outros seres altamente pensantes, como aquele senhor da confap)

NOTA:
A cadela da foto chama-se Tara e está para adoptar aqui

18 comentários:

José António disse...

Os prolongamentos surgem não para qualificar a educação, mas para servir um modelo económico. Não me admira que até os cães fiquem tristes. A felicidade sempre esteve mais perto do tempo dito livre. Para os horários duplos inventaram o estudo acompanhado.Este mundo... Algumas escolas recorrem a auxiliares de acção educativa para garantir esse prolongamento. Os professores, de acordo com a lei, fazem supervisão. Quando for possível postarei sobre os prolongamentos.

Anónimo disse...

Faz todo o sentido essa opção pelo menos para mim. Boa semana.

josé palmeiro disse...

Aí está uma fórmula eficaz de alterar os dados, a consciencialização dos pais.
Há que investir por aí, demonstrando a ineficácia dos prolongamentos, como diz o José António.
Agora que é uma luta dura, disso, não tenho dúvidas.

CHUSSA disse...

Eu concordo! É importante as crianças terem tempo livre para darem asas à imaginação! "Como ocupar o tempo? O que fazer?" Eram questões da minha meninice... Agora as crianças não têm que pensar, que imaginar NADA! Está tudo pronto... É só fazerem o que lhes foi estipulado! Enfim...
Beijinhos***

PS- DEsculpa ter estragado a brincadeira do domingo!! Não foi por mal! Para a próxima vou tentar não ser uma menina TÃO esperta! :)

Anónimo disse...

Por essas e por outras é que nenhum filho meu (e já lá vão 3..) embarcou em prolongamentos ou ATL na escola.. O tempo de qualidade em casa é primordial! Mas importante que muita coisa, como carissimas lições de piano ou de ballet.. beijão da Fernanda

ana disse...

boa escolha a da mãe, e sorte dos filhos de terem uma família com pessoas em casa antes das 17h e 30m

Hindy disse...

Que coisa "mai linda"! (Refiro-me ao cão!)

Boa semana e beijinhos :o)

O Turista disse...

A senhora ministra merecia era ir para um certo sítio, mas pronto... (para a reforma - lol mas a receber a pensão mínima)
Enfim... é a educação que temos...
bjs

O turista - http://www.turistar.blogspot.com/

Paula disse...

Muitos parabéns para esse filho e essa SENHORA MÃE.

Anónimo disse...

Vinha dizer o mesmo que a Ana. Claro que o tal prolongamento será um «mal menor» não faz sentido ser obrigatório. As realidades são muito diferentes para quem viva numa terra pequena e no subúrbio de uma grande cidade.
Havendo possibilidade de a criança estar na sua casa e bem acompanhada, isso é o que faz mais sentido. Mas o certo é que os prolongamentos foram pensados como uma medida de «apoio à família» no caso de ela não ter capacidade para receber as crianças logo no final das aulas, não de «substituição da família» até quando o cão faz parte da família :)

SaltaPocinhas disse...

Mas Emiéle, os prolongamentos fazem-se em escolas sem o mínimo de condições (com apenas 2 salas de aula,como a minha!)...
Há dias em que as crianças estão das 9 às 17:30 sentados na mesma sala de aula!!

mfc disse...

É linda...!
Que olhar...

Olha... e a solução dos tijolos??!!

Grilinha disse...

A Srª ministra está a vingar-se nas criancinhas ao aplicar-lhes o mesmo horário que o Governo do Sr Engº Socrates lhe aplica a ela.
Há pesoas muito más!!!
Cada vez mais as crianças crescem sem o acompanhamento fisico e fraterno dos familiares e amigos (mesmo os de 4 patas).(e mais não digo).

Mikas disse...

Ai tão linda quero uma quinta para adoptar todos os que eu quiser.

13 disse...

Até os cães são mais perspicazes do que a ministra!

PN disse...

Olá. Venho só avisar que, caso ainda não tenhas visto, o Diário de Aveiro está a promover um concurso literário para meninos do 1.º ciclo. Pensei que os teus golfinhos deviam participar. Vem no jornal de hoje.

aflores disse...

Contra factos não há argumentos. Mais nada!!

Cristina disse...

Não acredito! Incrível como certas pessoas são tão ignorantes com a educação dos filhos!

Eu ando aqui a lutar para que o meu consiga uma educação e outros a tirarem os filhos da escola para fazerem companhia ao cão? Fico parva com certas coisas, acredita!